‘A Vida que nasce da Cruz’

Pois ouvi a murmuração de muitos, temor havia ao redor; enquanto juntamente consultavam contra mim, intentaram tirar-me a vida. Mas eu confiei em ti, Senhor; e disse: Tu és o meu Deus. Salmos 31:13,14

____________________

O Pináculo da Vida

É difícil o modo de viver cristão. Não é vida fácil. É demasiado gloriosa e maravilhosa para ser fácil. Significa viver como o próprio Cristo, e isso não é fácil. O padrão é difícil — graças a Deus. É um tipo de pessoa bem inferior quem quer só o fácil e foge do difícil. Esta é a mais elevada vida jamais descrita para a humanidade e por isso é difícil, é estreita e apertada. «Poucos são os que a encontram». Claro! Sempre é menor o número dos médicos especialistas do que os médicos de clínica geral; nunca os peritos são tão numerosos como os trabalhadores comuns… Quando você chega aos níveis mais altos em qualquer profissão da vida, o grupo de companheiros é sempre menor. Qualquer um pode seguir o medíocre; mas no momento em que você queira fazer algo bem diferente e atingir as alturas, você verá que não há muitas pessoas empenhadas na mesma empreitada. E exatamente o mesmo se pode dizer com respeito à vida cristã; é uma vida tão excelsa e tão maravilhosa, que existem apenas uns poucos que a acham e entram por ela, simplesmente porque é difícil… Considere o que nos tem sido dito enquanto fomos percorrendo pormenorizadamente o sermão. Olhe essa espécie de vida como o nosso Senhor a retratou, e você verá que ela tem que ser estreita porquanto é muitíssimo difícil. Ela é a mais alta forma de vida, é o pináculo da perfeição no viver.

Extraído do devocional “Mensagem para hoje — Leituras diárias selecionadas das obras de D. M. Lloyd-Jones” — sob autorização da Editora PES.

http://www.cristoemnos.com.br/2016/12/8-de-dezembro-o-pinaculo-da-vida/#more-577__________

Tu és o meu Deus. Os meus tempos estão nas tuas mãos Salmos 31:14,15
Farta-nos de madrugada com a tua benignidade, para que nos regozijemos, e nos alegremos todos os nossos dias. Alegra-nos pelos dias em que nos afligiste, e pelos anos em que vimos o mal. Apareça a tua obra aos teus servos, e a tua glória sobre seus filhos. E seja sobre nós a formosura do Senhor nosso Deus, e confirma sobre nós a obra das nossas mãos; sim, confirma a obra das nossas mãos. Salmos 90:14–17
Amém.