Sobre partidas.

Into the Wild — Sean Penn (2008)

Há um abismo tão grande que dá o contraste da diferença entre o saber e o querer quanto a diferença entre céu e inferno, rico e pobre.

Porém, assim como o céu e o inferno, o rico e o pobre, entre todo esse abismo, existe um fio que os interliga e dá sentido a todas as dores ao seu redor. É o fio da vida, quente, escorre em vermelho e uma vez partido nunca mais volta a se atar.

Existe um determinado momento também em que uma barreira invisível é quebrada sem partir o fio que liga uma coisa a outra. É o momento em que tomamos uma decisão sobre algo da qual não se pode voltar atrás. É o momento de esperar ou despedir-se.

E é aqui, enquanto escrevo, que eu decido quebrar essa barreira, que eu tomo minha dolorida decisão.

Eu me despeço.

Não que eu tenha esperado por muito tempo, mas eu já sei onde esse labirinto termina e eu escolhi quebrar as paredes dele. Não que eu não tenha errado, não tenha sido desesperado. Eu errei, eu me desesperei e não me orgulho nem um pouco disso. Mas não espero seu perdão. Não espero seu retorno, muito menos a sua compaixão. Só espero seguir em frente. Só espero continuar caminhando sem perder minha aura sonhadora para a tristeza.

Mas dói. Pois parece que eu perdi algo em uma trilha que não dá pra voltar atrás. Algo que deveria sempre estar comigo e que jamais deveria ser perdido.

Só sinto um vazio no peito.

Costumava perguntar-me o por quê sentimos esse vazio no lugar do coração quando estamos triste, e uma amiga me disse que não existe uma tênue separação entre o fisico e o emocional. Tudo é interligado.

E sendo assim, é com um vazio no peito que continuo a caminhar, esperando encontrar algo que preencha esse vazio até que ele transborde de uma forma ingênua.

E é com esperança em tudo isso, botando fé no destino, que eu me despeço.

E eu vou.

Embora.

(Texto escrito em 15 de junho de 2013. E eu realmente fui embora)


#TEDS
Se você gostou deste texto, não se esqueça de recomendar ele e compartilhar no seu facebook para ajudar na divulgação deste blog! AH! E se puder, dá follow aqui no Medium também ok?
Aproveita e se inscreve no meu canal do youtube também! Prometo que tem uns vídeos legais, sério:
https://www.youtube.com/c/RenaneasFocas
Instagram fotográfico: https://www.instagram.com/renanoliveira.f/
Instagram pessoal: https://www.instagram.com/abookofmemories/
Twitter: https://www.twitter.com/renancalabok