A Falácia do Facebook: Acabou o almoço grátis. Onde está seu Deus agora, “Analista”?

Leia Mais: O Facebook está roubando você!

(Informação: Este artigo é uma releitura de outro, com conteúdo semelhante, publicado em Fevereiro de 2015, no meu antigo site renatosiqueira.com.br)

Já posso dizer: "Eu avisei"?

Profissionais de Marketing aprendem a olhar além do óbvio, além da moda, além das pesquisas compradas… Profissionais de Marketing aprendem a confiar na sua própria capacidade empírica de olhar em volta e sentir o cheiro das oportunidades e ameaças (SWOT sabe, alunos? Aquela aula de Estratégia de Marketing que você achou chata, e preferiu ficar conversando com seus amiguinhos no whatsapp… Então…)

Se você não entende isso com a mesma facilidade com a qual entende o alfabeto, você AINDA NÃO PODE SE INTITULAR Profissional de Marketing. Desculpe!

Infelizmente, para muitos clientes, as agências de "marketing digital" vão continuar fazendo de conta que nada está acontecendo e que continua sendo um grande negócio estar no Facebook, só porque "todo mundo está lá". Mas a pergunta que se deve fazer é: as pessoas que estão lá estão COMPRANDO do seu cliente? Porque se não estão, alguma coisa está muito errada! E o dinheiro do seu cliente está indo pelo ralo abaixo, na velocidade de um clique.

Ademais, as pessoas estão ABANDONANDO o Facebook, e isso é um fato. Por isso mesmo que eles compraram o Instagram e o Whatsapp. Com a proliferação dos serviços de comunicação instantânea, como o excelente Telegram, as pessoas passam cada vez menos tempo dentro do "Grande Irmão Azul". Então, prezado cliente, se a sua agência INSISTE em dizer que estar no Facebook é um "grande negócio", pode estar na hora de trocar de agência!

Acabou o alcance orgânico do Facebook. E agora?

O movimento do Facebook, em acabar com o alcance orgânico já era previsto há mOuitos meses pelos verdadeiros PROFISSIONAIS DE MARKETING. Estávamos só esperando eles anunciarem. Enquanto isso, os donos de agências (medíocres) e “Profissionais” de Mídias Sociais estavam acabando com o orçamento dos clientes e “tirando leite de pedra” para conseguir alavancar alguma coisa, com pouco ou nenhum ROI. Enfim, o almoço grátis acabou. Onde está seu Deus agora?

Resumo do Gráfico: a cada novo seguidor que você compra, menos seguidores recebem seu conteúdo sem que você tenha que pagar por isso. Parece que ter muitos seguidores deixou de ser um negócio vantajoso no Facebook! No Facebook, mais é menos. E isso não é bom para as empresas!

Redução do Alcance Orgânico do Facebook: Estudo de Caso — Guaraná Antártica (Fonte: Agência Carcará)

Cenário:

  • Página: Guaraná Antártica
  • Número de seguidores (em 12/2016): Mais de 16 milhões de fãs
  • Situação: O Guaraná criou uma campanha para promover uma viagem de fãs para conferir a estréia do filme Insurgente nos Estados Unidos.
  • Resultado orgânico: Gerou grande movimento na página, até que o resultado saiu. Foi publicado um post com a foto do casal indo viajar. É um post comum, não patrocinado, que obteve uma quantidade insignificante de curtidas por parte dos seguidores — Apenas 310 curtidas
Apenas para comparação, se apenas UM MILÉSIMO dos seguidores tivessem curtido, o número seria de 1600 curtidas!
  • Estratégia de Contorno: Percebendo apenas 310 pessoas curtiram a postagem — número ultrajante, considerando a quantidade gigantesca de seguidores — os responsáveis pela página decidiram patrocinar um post com um UPDATE recente da publicação. Como é um post pago, é possível verificar a quantidade de pessoas alcançadas que foram mais de 41.000 pessoas! Mesmo assim é um valor muito, mas muito baixo (menos de 0,025% dos seguidores) em relação a quantidade de fãs total da página que é de mais de 16 milhões!

Isso demonstra, de forma INEQUÍVOCA, que o Facebook é uma boa ferramenta de marketing digital, mas que pode não valer a pena efetuar grandes investimentos em mídia paga (se é que vale fazer ainda ALGUM investimento) considerando o retorno possível!

Pense nisso no seu próximo Planejamento estratégico de marketing digital!

http://agenciacarcara.com.br/blog/facebook-reduz-para-menos-de-1-alcance-organico-de-paginas


Bem vindos à 1984… O "Grande Irmão Azul" mantém o BV vivo como nunca!

Zuckerberg: o grande irmão da vida real. Além de controlar sua vida, decide com quem você pode ou não falar!

Você sabe o que é Bonificação de Volume (BV)? Não?

BV é o valor que as agências recebem por gastar seu dinheiro, não importando se fazem isso de forma correta ou não!

O BV (bonificação por volume) surgiu no início dos anos 60 com o objetivo de ser uma política de incentivo ao aperfeiçoamento das agências de propaganda, seja no que se refere ao desenvolvimento de profissionais, seja pela aquisição de ferramentas que contribuíssem para melhorar a qualidade do trabalho. Criado pele Rede Globo de Televisão — e logo adotado pela Editora Abril — , com o passar dos anos o modelo se espalhou por outras empresas e setores da mídia.

Basicamente, o BV era a forma como as empresas de mídia mantinham as agências "escravas", e com elas, a verba dos clientes. Por exemplo, imaginem uma agência que possua cinco clientes anunciantes que somam uma verba de mídia de R$ 50 milhões em um ano, e que direcione pouco mais de 50% desse total (R$ 25 milhões) ao veículo X. Este, por sua vez, adota uma tabela para o pagamento de BV progressivo, segundo a qual investimentos de até R$ 20 milhões dão direito a um bônus de 5%; de R$ 20 milhões a R$ 25 milhões, um bônus de 7,5%; para investimentos acima de R$ 25 milhões, o incentivo é de 10%. Assim, no início do ano seguinte, a agência receberá do veículo X R$ 2,5 milhões como bonificação. Em alguns setores, como o de internet, a tabela de bonificação é calculada com base em percentuais de crescimento das contas da agência no veículo, em relação ao ano anterior, e não em volumes absolutos de investimento.

(Fonte: http://www.ifd.com.br/publicidade-e-propaganda/curiosidade-o-que-e-bv/)

E como isso funciona no Facebook?

Muito simples: se a agência investe naquilo que já conhece bem (mesmo SABENDO que não dá mais resultados para seus clientes) não precisa qualificar seus funcionários, não precisa contratar mão de obra especializada, e com isso, pode pagar pouco e lucrar muito. Até mesmo um ESTAGIÁRIO em início de carreira pode criar boas campanhas no FacebookAds, mesmo que elas nõa tragam retorno NENHUM.

As agências continuam com a mesma receita cretina da década de 80: investir o máximo possível naquilo que conhecem, mesmo que já esteja claro que não funciona mais para alcançar os objetivos do cliente, contratar mão de obra barata e pouco especializada, e maximizar os lucros.

Não me entendam mal: eu não sou contra os lucros, contra o capitalismo, ou coisa parecida. Mas, sou contra jogar a verba dos clientes NO LIXO, apenas por preguiça de tentar algo diferente ou melhorar as estratégias de Marketing.

Facebook Marketing NÃO EXISTE. Só existe MARKETING e isso é tudo que precisamos para fazer o nosso trabalho!

Quer entender a diferença entre um PROFISSIONAL DE MARKETING (Estratégia) e um profissional de Mídias Sociais (Operação)? Os profissionais de MARKETING aprendem, desde cedo, a analisar as tendência do mercado, os movimentos quase imperceptíveis, aquelas nano-tendências que infiltram os planejamentos de curto prazo e destroem horas, dias, meses, anos de trabalho.

Profissionais de Marketing aprendem a olhar além do óbvio, além da moda, além das pesquisas compradas… Profissionais de Marketing aprendem a confiar na sua própria capacidade empírica de olhar em volta e sentir o cheiro das oportunidades e ameaças (SWOT sabe, "Analista"?).

Análise SWOT: o pesadelo dos Analistas de Mídias Sociais ou "Marketing Digital" (Marketing Digital, a rigor, não existe. Mas isso é assunto pra outro artigo.)

O movimento do Facebook, em acabar com o alcance orgânico já era previsto há muitos meses pelos verdadeiros PROFISSIONAIS DE MARKETING. Estávamos só esperando eles anunciarem. Enquanto isso, os donos de agências e “Profissionais” de Mídias Sociais estavam acabando com o orçamento dos clientes e “tirando leite de pedra” para conseguir alavancar alguma coisa, com pouco ou nenhum ROI. Enfim, o almoço grátis acabou. Onde está seu Deus agora?

Enquanto você não largar as ferramentas, sentar e LER sobre MARKETING, vai continuar sendo apenas, na melhor das hipóteses, um bom profissional de Mídias Sociais. E só!

Não é o Photoshop que faz um Designer. Não são o Facebook e o Instagram que fazem um Profissional de Marketing.

Sinto muita pena, muita mesmo, de alguns “Profissionais de Mídias Sociais” que, a essa hora, devem estar chorando lágrimas de sangue, e dos donos da agências medíocres que apostaram todo o orçamento dos seus clientes na “ferramenta da moda”.

É uma pena que os jovens profissionais, com muita garra, muita paixão, mas com pouca ou nenhuma fundamentação teórica sobre Marketing vão continuar resistentes, teimosos e arredios, odiando a experiência e gastando, irresponsavelmente, a verba dos seus clientes. E voltamos ao mercado das agências de publicidade de 1984… O BV só mudou de nome!

Fonte:


Eu sei que este artigo choca. Muitas pessoas vão lê-lo. Muitas vão ignorá-lo, para preservar sua “sanidade”. Alguns, uns poucos, vão começar a fazer alguma coisa.

E você? O que pretende fazer, agora que conhece a verdade? Pretende mudar suas estratégias para atender melhor aos seus clientes? Pretende investigar novas ferramentas e novas formas de aumentar o retorno sobre o investimento dos seus clientes?

E você, cliente? Pretende pedir à sua agência mais informações sobre como funcionam as métricas do Facebook? Pretende entender quanto de retorno esses investimentos estão trazendo para sua empresa? Se descobrir que não, pretende fazer alguma coisa a respeito ou vai continuar acreditando no argumento "se está 'todo mundo' no Facebook então você vai ter retorno em algum momento"?

Deixa suas ideias e impressões aí nos comentários pra gente bater um papo e trocar mais informações.

Ah, e me segue no telegram: @renathosiqueira

Leia Mais:

Gostou?

Então ajude este texto chegar a outras pessoas clicando no ícone ❤️ e compartilhando em suas redes sociais…

É fácil, e vai ajudar MUITO, tanto a mim quanto às pessoas que precisam ler sobre o tema que discutimos aqui! 😍

Novamente, OBRIGADO!

=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=

Renatho Siqueira

Mestrando de Novas Tecnologias Digitais na Educação, Consultor de Marketing e Comunicação em Meios Digitais, Professor de Pós Graduação e MBA

CRA-RJ: 03–01398 / SinproRJ: 61.884–5

renatho@renatho.com.br / www.renatho.com.br

(21) 99959–0800 / (21) 98231–5231

“Marketing é satisfazer as necessidades do cliente.” — Kotler

“Marketing é tão básico que não pode ser considerado uma função isolada. É o negócio inteiro, cujo resultado final depende do ponto de vista do cliente.” — Drucker

🎯 Renatho Siqueira MBA™®🎓

Artigos sobre Marketing, Comunicação, Comportamento, Educação, Sociedade e Tendências. E tudo o mais… Coisas que impactam direta ou indiretamente a forma como nos comunicamos como pessoas e consumidores, num mundo cada vez mais ruidoso, curioso e desafiador.

🎯 Renatho Siqueira MBA™®🎓

Written by

Estuda, então. Mas estuda, em primeiro lugar, aquilo que te habilite melhor a auxiliar os outros! http://t.me/renatho

🎯 Renatho Siqueira MBA™®🎓

Artigos sobre Marketing, Comunicação, Comportamento, Educação, Sociedade e Tendências. E tudo o mais… Coisas que impactam direta ou indiretamente a forma como nos comunicamos como pessoas e consumidores, num mundo cada vez mais ruidoso, curioso e desafiador.

Welcome to a place where words matter. On Medium, smart voices and original ideas take center stage - with no ads in sight. Watch
Follow all the topics you care about, and we’ll deliver the best stories for you to your homepage and inbox. Explore
Get unlimited access to the best stories on Medium — and support writers while you’re at it. Just $5/month. Upgrade