Mais estratégia e menos ferramentas, por favor…

Quando você só tem um martelo, todo problema PRECISA ser prego. Senão…

Primeiro, assista este vídeo, do meu colega Walter Vieira. Ele resume COM PERFEIÇÃO todo o resto do artigo.

Use mais a cabeça e menos os braços!
- Walter Vieira


(Agora, se você quiser, pode continuar lendo o artigo. Mas vou adiantar que ele é grande e bastante "duro". Principalmente com pessoas de visão limitada.)

O Wix está caindo no ranking do Google. POR CULPA DE UMA FALHA NO GOOGLE! E o Google já informou que ESTÁ CORRIGINDO o PROBLEMA, ou seja, isso NÃO É UMA PUNIÇÃO, é um bug, que já está sendo corrigido. PONTO.


Quem usou essa informação para “botar o dedo na cara” das empresas e profissionais que usam Wix ou é um completo desinformado ou um péssimo profissional. (Ou as duas coisas…)

No dia 14 de Outubro de 2015, o Seo Round Table publicou uma nota, informando que os sites feitos no Wix estavam sofrendo problemas de indexação no Google.

Vamos ler a resposta do Gooogle sobre o problema? (O que está escrito no SEO Round Table, onde a notícia sobre o Wix foi publicada originalmente):

John Mueller, do Google, entrou na conversa sobre isso (bug de indexação do Wix) esta manhã dizendo que o Google investigou a questão e eles estão trabalhando no Google para resolver o problema: Ele disse: “Nós damos uma olhada profunda na configuração desses sites, e estamos trabalhando para resolver as coisas aqui do nosso lado o quanto antes. Desculpem-me pelos problemas e aborrecimentos que isso tem causado no mesmo período. Uma coisa que você pode perceber é que nós estaremos reindexando estes sites um pouco mais rápido para colocar as páginas que caíram de volta para o índice um pouco mais rápido.”

Ou seja: Eles não apenas estão cientes do problema, QUE É NO ALGORITMO DO GOOGLE, e NÃO NO WIX, como estão “turbinando” a indexação destes sites. E na mesma postagem, o site diz que os usuários do Wix não precisam fazer nada. Basta ter um pouco de paciência e esperar a correção do bug e a reindexação dos sites. Simples assim.

Vou trazer alguns pontos para abrir novos caminhos nessa discussão, que é regada a muita ignorância, preconceito e tendenciosidade por parte dos “profissionais” do mercado.

Em primeiro lugar, como profissional da área, eu gostaria de levantar uma questão aqui: o sucesso de um site, definitivamente, não depende apenas de sua plataforma, mas do trabalho profissional e da dedicação que é aplicada na criação do mesmo. É necessário paciência, estudo e vontade de fazer o melhor para seus clientes e visitantes. Com isso, os resultados serão excelentes e o sucesso, consequência. E isso, amigos, independe da plataforma.

Se você acha que basta colocar seu site numa plataforma X e esperar para receber milhares de pedidos, recomendo que você volte pra escola…

Uma coisa que me causa uma certa irritação é ver que os “acusadores do Wix” e os “defensores do WordPress” se comportam como se estivessem numa partida de futebol. É a maldita #futebolização da vida. Tudo é preto ou branco.

Isso me deixa bastante frustrado. Esse comportamento só me mostra o quanto esse mercado está preenchido de gente imatura, ou descomprometida com o resultado dos clientes, pois se estas pessoas, que se dizem profissionais, o fossem de fato, elas estariam buscando a alternativa que ATENDE ao usuário, às necessidades do usuário naquele momento mercadológico, não àquela alternativa que lhes convém.


Vamos falar das pessoas, antes de falar das ferramentas?

Em primeiro lugar, gostaria de saber se entre os defensores do WordPress, que atacam o Wix com tanto ódio e furor QUANTOS TÊM, EFETIVAMENTE, formação superior em Marketing ou Comunicação. Porque, se você não é formado, especialista, que sabe as razões de cada elemento da arquitetura de informação do site, amigo, você não é muito melhor que um sobrinho. Strictu Sensu. Não adianta saber tudo de CSS, HTML5, javascript, etc, etc, se você não sabe PORQUE usar cada coisa, em cada lugar. A teoria faz parte da formação. Ler sobre o comportamento do usuário é parte importante do processo. Eu tirei a faculdade de letra, porque já trabalhava na área quando resolvi continuar meus estudos, mas aprendi muita coisa com meus professores, porque ninguém sabe tudo. Pra mim, se você sabe como fazer, mas não sabe PORQUE você tem que fazer, é um sobrinho com bom conhecimento técnico, apenas. E vai ser sempre subordinado de alguém que sabe os PORQUÊS que você, fera dos códigos, ignora.

Desenvolvimento é uma parte ÍNFIMA do Marketing Digital. Parte essa que, inclusive, eu posso comprar da Índia, com qualidade irretocável… Pense nisso.

Trabalhei com bons desenvolvedores que faziam sites completamente funcionais, mas que eram péssimos, no que diz respeito à sua humanização e flexibilidade. Conheço excelentes desenvolvedores, do ponto de vista técnico, com os quais eu nunca trabalharia, pois são emocionalmente instáveis, problemáticos, tem síndrome de estrelinha, e não têm absolutamente nenhum telento em comunicação humana. E se você quer comunicar na Web, ou em qualquer outro lugar, tem que compreender as teorias comunicacionais associadas. E isso não se aprende desenvolvendo, mas lendo McLuhan, Dan Ariely, Steve Krug, Martin Lindstron, entre outros grandes avatares do comportamento, comunicação e usabilidade.

Além disso, sites são feitos PARA PESSOAS, não para algoritmos. O Google tá cansado de ensinar isso, mas parece que os “apaixonados” não conseguem entender. Se o teu site tem o que o cliente precisa, ele pode ser só um HTML com texto. Se seu cliente encontra o que veio buscar, isso vale MUITO MAIS do que qualquer ferramenta, plataforma, etc. Faça sites para as PESSOAS. Não interessa a plataforma. Até porque, um PROJETO DE MARKETING é composto de diversas partes, e não APENAS do site. Se seu site for excelente, mas o resto do trabalho for uma merda, seu site maravilhoso, feito em WordPress, Joomla, Drupal, Weebly ou Wix não vai servir pra NADA.

Entenda: Marketing não é SITE. Site é um PEQUENO item numa estratégia de Marketing.

Mas no Wix só se fazem sites “meia boca”…

Desculpem, mas apenas os desinformados ou os profissionais sem escrúpulos podem afirmar uma bobagem como essa.

Existem milhares de sites mundo afora que são EXCELENTES, e são feitos em Wix. Foda-se suas tecnicidades. O usuário quer O CONTEÚDO do site. O resto é yada-yada de DEV revoltadinho com a popularização da Web. Aceite, amigo: Ou você vai ter que mirar em projetos bacanas, grandes, sérios, onde o WordPress é absoluto (quase insubstituível, eu diria) ou você vai ter, SIM, que competir com os sites em Wix, que funcionam muito bem, obrigado. Sem contar que já existem plataformas de terceirização de desenvolvimento onde bons profissionais realizam bons trabalhos por preços módicos. Aprenda com Prahalad, amigo: a riqueza está na base da pirâmide… Não sabe do que eu estou falando, né seu prego?

Deixe de ser míope, e perceba O QUE O USUÁRIO PRECISA, antes de tentar empurrar nele aquilo que VOCÊ ACHA que ele tem que usar. Ferramenta boa é a que atende às necessidades do usuário. Não a que você prefere.

Vamos começar pelo “Publicidade Popular

Um site bem construído (infelizmente, o proprietário ainda não ativou a versão mobile. Deu mole.) que funciona bem, é leve, funcional, informativo. Ele atende às necessidades da empresa. Ponto. E digo mais: um site melhor que muito WP que já vi por aí. Mais uma prova de que é O PROFISSIONAL que faz a diferença, não a ferramenta.

OBS: O site, feito no Wix, está com 99% no Gtmetrix. E o seu?

Tenha a coragem e disposição de navegar pelo site. Olhe o trabalho. Aceite que o site está tão bom quanto se você o tivesse feito em WordPress.

Se você se DIZ profissional de Web, já deve ter notado que não se trata da plataforma ou ferramenta que você usa que irá garantir a primeira página do Google. O Google vem nos mostrando, há muito tempo, que qualquer um que tenha boas ideias e produza conteúdo de qualidade pode ficar bem posicionado nos resultados das buscas. E esta sempre será a melhor técnica de SEO: escrever textos originais, interessantes e de qualidade. É isso o que atrai backlinks e visitantes aos nossos sites e blogs. Simples assim.


Quer mais alguns exemplos de excelentes sites em Wix?

Vou monstrar aqui apenas sites NACIONAIS para ninguém dizer que eu estou apelando. Quero provar um ponto simples: O problema não é o Wix, nem o WordPress, nem o Blogger… O problema, meu caro DEV, É VOCÊ! Você que quer vender pro cliente apenas aquilo que você conhece, e foda-se a necessidade do cliente. Você, hipócrita, que diz que é a favor do Uber, mas que comemorou o bug do Google em relação ao Wix, apontando o dedo na cara das pessoas que fizeram essa escolha e rindo, como se elas merecessem seu escárnio idiota por terem feito uma escolha diferente daquela que você faria. Você é um idiota. Você é um imaturo. Você é um péssimo profissional. Você é preconceituoso e desinformado. Você é a vergonha do seu mercado, pois é gente igual você que apoiou a reserva de mercado. E como eu sei que você não sabe o que foi isso, minha recomendação é: vá estudar…

Vamos ver agora o “Blue Coffee”:

Nem preciso dizer que o Blue Coffee é um dos melhores exemplos de bons sites feitos em Wix. Um site que fica excelente em dispositivos móveis, com um design excelente, uma proposta direta e objetiva. Um site que funciona, já que entrega aquilo que deveria.

Vamos conhecer o “Kogumelo Studio”?

Site responsivo. Leve. Eficiente. Tudo que o usuário espera de um site. Ele simplesmente funciona. Ponto final.

Ah, no Google? Olha isso:

Seu site tem sitelinks indexados? Pois é. O deles, no Wix, tem…

O site tem excelente posicionamento no Gtmetrix, mostra os sitelinks de forma organizada, passa a informação que o consumidor precisa. O que mais é necessário para fazer negócios?

Que tal o site do Eduardo Dalla:

Com um atraente e bonito site pessoal, o designer Eduardo Dalla expressou perfeitamente seu bom profissionalismo caprichando no layout do site que leva sua marca.

A simplicidade do site é suficiente para comunicar um conceito de sofisticação, com páginas simples, curtas e objetivas, não deixando de lado a beleza e a harmonia com o requinte. Isso prova, novamente, que o TALENTO é mais importante que a ferramenta.

Vamos fazer uma visita ao João Ancelmo?

Página do ilustrador João Anselmo, que possui um estúdio especializado em ilustrações para animação, publicidade e editoriais, atuando em editoras como Saraiva, Planeta, Paulus, Macmillan, FTD etc.

O site do Anselmo está bem ilustrado, por assim dizer, visto que foi desenvolvido focado na temática do artista, com ilustrações espalhadas pelas páginas.

E ainda tem vários outros exemplos:

http://www.criativobamba.com/

OBS: Percebam que no caso dos sites Amely, Pecaditos e Ateliê Alessandra Amaral, por um descuido do responsável pelo site, a descrição não foi colocada, o que pode estar prejudicando o site. Prova, novamente, de que o profissional faz mais diferença do que a plataforma.

Estes são apenas ALGUNS exemplos NACIONAIS de sites feitos em Wix. Se você tiver a curiosidade de procurar, verá que existem MILHARES de sites muito bons feitos em Wix no mundo todo. Repito: Se você tiver uma boa ideia, se sabe qual é a necessidade do seu público-alvo e se sabe utilizar os outros mecanismos de comunicação e marketing digital a seu favor, então você pode fazer um excelente trabalho usando um site em Wix, desde que o projeto seja de pequeno porte. (não encontrei nenhum grande projeto feito em Wix até o momento)

Você ainda tem CORAGEM de dizer que o Wix serve apenas pros “sobrinhos ferrarem o mercado”?


Mas os sites em Wix concorrem com o meu trabalho…

Amigo, se você acredita MESMO nisso, tá na hora de voltar — urgente —para a sala de aula e aprender novamente sobre Matriz SWOT e sobre As 5 Forças de Porter.

Fazer um site é muito mais do que PROGRAMAR um site. Esse gráfico mostra UM PEDAÇO do processo. Apenas.

Se você estudasse Marketing, estratégia e negócios, saberia que o Wix acaba sendo mais uma oportunidade do que uma ameaça. Ele acaba servindo como um "filtro", pois o cliente que já tem um site em Wix e está satisfeito pode ser seu cliente em outros serviços de Marketing Digital. Ele já está na Web. O esforço para fazer uma venda de serviço adicional para este cliente acaba sendo menor. É muito mais fácil vender gestão de redes sociais, por exemplo, para alguém que já tenha um site, do que tentar vender o pacote fechado, que é invariavelmente mais caro.

E aqueles clientes que precisam de escalabilidade podem se tornar bons clientes para seu trabalho em WordPress, pois eles já vivenciam o cotidiano de ter um negócio na Web e sabem o que querem. Não são clientes "aventureiros" ou curiosos, mas antes, clientes que podem pagar por um serviço de melhor qualidade, com mais valor agregado, uma vez que se estão precisando de escalabilidade é sinal de que estão crescendo, correto?

O Wix é uma plataforma recente, mas que entregou aquilo que os CONSUMIDORES QUERIAM: Sites rápidos, bonitos, com tecnologia moderna, que podem ser construídos com pouco conhecimento técnico e em pouco tempo. Para o cliente, é isso que importa.

Esse é o problema da maioria dos sites que são vendidos hoje. E é por isso que nosso mercado está uma merda!

Wix é o Uber da Internet. Aceite isso: existe lugar para todos!

Todas as vezes que vejo um DEV troglodita recriminando e amaldiçoando o Wix e seus usuários, me lembro da “guerra Taxistas x Uber” . Sim, DEV: você é o taxista da Internet. Um troglodita ultrapassado que só quer defender o seu e FODA-SE o direito de escolha dos usuários e clientes. Você é um credencialista mesquinho e pobre de espírito, cujo único interesse é ganhar dinheiro e não ATENDER o seu cliente. Se você tivesse estudado marketing, saberia da frase mais genial do marketing mundial, definida pelo “Tio Kotler”: “Marketing é satisfazer as NECESSIDADES DO CLIENTE.

Perceba que ele não disse OS DESEJOS do cliente, os as NECESSIDADES DO FORNECEDOR, ou o DESEJO DO FORNECEDOR… Ele disse “AS NECESSIDADES DO CLIENTE”. Às vezes, muitas vezes — eu diria — um site em Wix é tudo que o cliente PRECISA, principalmente quando ele está iniciando as operações, com pouco orçamento e muito medo de perder tudo.

Se você se diz liberalista, empreendedor, e comemorou o bug de indexação do Google, você é um hipócrita. Seu comportamento mesquinho só prova que você é um maldito egoísta que só quer tirar do seu caminho tudo que você, em sua vastíssima ignorância, confundir com uma ameaça. Igual aos taxistas. Ponto.

Entenda, meu jovem: o comportamento do consumidor mudou. Ou você acompanha ou vai ser expurgado do mercado.

O mundo mudou, jovem. Evolua ou deixe o mercado para quem entende as mudanças!

É preciso entender que o mundo está mudando, que a economia está mudando e que muitos empresários estão buscando novas oportunidades de se comunicar com seus clientes, com o menor custo possível.

Fazer sites em Wix não é vergonha, nem atesta incapacidade. Fazer sites em Wix apenas mostra que talvez seu cliente não tenha orçcamento para alguma coisa mais sofisticada, como um bom site em WordPress (que pode custar, só de hospedagem e tema, mais de 1 ano inteiro de uso do Wix). Ou pode significar que você tenha percebido que o projeto do cliente não precisa de um site tecnicamente sofisticado, mas sim, de um site que ENTREGUE CONTEÚDO com uma plataforma simples e bonita. Vergonha é esse seu comportamento preconceituoso, mesquinho e sorrateiro, de ficar torcendo para o cliente se foder só para você botar o dedo na cara dele e dizer: “eu te avisei!”

O ponto é que existe, no mercado, cliente para todo tipo de trabalho. Toda necessidade do consumidor pode ser satisfeita de diversas formas diferentes. É preciso conhecer o mercado. É preciso conhecer as pessoas. É preciso entender o que o cliente PRECISA, e não o que VOCÊ QUER vender para ele.

E quando os profissionais pararem de julgar seus colegas de trabalho pela FERRAMENTA que usam, mas pelo RESULTADO que alcançam, aí sim, vamos começcar a viver, no Brasil, um mercado democrático, livre e que respeita clientes e profissionais. Não importa a ferramenta que usem.

🎯 Renatho Siqueira MBA™®🎓

Artigos sobre Marketing, Comunicação, Comportamento, Educação, Sociedade e Tendências. E tudo o mais… Coisas que impactam direta ou indiretamente a forma como nos comunicamos como pessoas e consumidores, num mundo cada vez mais ruidoso, curioso e desafiador.

🎯 Renatho Siqueira MBA™®🎓

Written by

Estuda, então. Mas estuda, em primeiro lugar, aquilo que te habilite melhor a auxiliar os outros! http://t.me/renatho

🎯 Renatho Siqueira MBA™®🎓

Artigos sobre Marketing, Comunicação, Comportamento, Educação, Sociedade e Tendências. E tudo o mais… Coisas que impactam direta ou indiretamente a forma como nos comunicamos como pessoas e consumidores, num mundo cada vez mais ruidoso, curioso e desafiador.