Verdade seja dita: falhar é necessário

Rentcars.com
Oct 8, 2019 · 3 min read

Os primeiros passos da vida são acompanhados pelos primeiros tombos. É uma conquista grande para a época, acompanhada com a falha constante. Mas quando somos pequenos, todos nos incentivam a levantarmos e tentarmos novamente. E, aos poucos, aprendemos a caminhar sozinhos, realizando essa tarefa de maneira tão nata que a executamos automaticamente nos dias atuais e até esquecemos que esse processo se tornou um sucesso simplesmente porque, antes, caímos algumas vezes.

Mas essa licença para errar é perdida durante os anos. Afinal, quem quer ser aquela pessoa que não faz tudo perfeitamente? Passamos a nos condicionar levar o erro como algo negativo, como se ele fosse exemplo de incompetência e que inaptidão para o sucesso. E, em vez de analisar e aprender com esse tipo de situação, passamos a esconder nossas falhas, criando uma cultura de culpabilização, pela qual transferimos a culpa — e deixamos de aprender importantes lições nesse momento.

Poucos são os afortunados que, na primeira tentativa, obtiveram sucesso completo em suas investidas. Entretanto, o período de falhas, em que as ideias não resultaram o que se esperava, parece que fica tão no passado que até esquecemos. Entretanto, para resultados cada vez mais assertivos, é necessário encarar o erro da maneira certa. Ou seja, errar deve ser uma oportunidade de aprendizado e não deve ser visto como algo extremamente negativo ou suscetível a punição.

Por isso, muito se fala sobre a cultura do erro, que incentiva que as pessoas se arrisquem, mas que também estejam preparadas para quando falharem. E mais do que simplesmente sair por aí apontando culpados, que haja uma análise sobre o processo e que ele sirva de lição aprendida para o melhoramento contínuo de atividades.

Arriscar-se faz parte do processo de inovação — e algumas vezes, o erro aparecerá nesse cenário.

Entenda: não estamos escrevendo uma ode aos erros, e sim, explicando como lapsos fazem parte da busca pelo sucesso. Lógico que existem diversos níveis de erros, mas “erros honestos são bem-vindos”, conforme a multinacional 3M defende.

E por que isso é importante? Simplesmente porque as pessoas passam a se acomodar por medo de tentar, o que ocasiona prejuízos para todo mundo. Por isso, muitos passam a realizar os mesmos processos sem se questionarem pelo simples fato de “sempre foi feito assim”. E isso acaba sendo óbvio pelo estigma do erro, de ser julgado pela falha e ainda receber a culpa por algo que não deu certo. Mas é somente ao se arriscar que a inovação acontece, e se as pessoas não tiverem espaço para fazer isso de maneira segura, continuarão limitadas e sem investir em novidades que podem fazer a diferença para suas vidas, para seus trabalhos e até para a sociedade.

Na Rentcars.com, acreditamos que as pessoas devem ter espaço para inovar e que o erro faz parte do aprendizado. Segundo a head de Recursos Humanos da Rentcars.com, Aline Lenhart Nesi, “quem não erra é porque não está fazendo acontecer”. Ela reforça que, quem se arrisca, está mais exposto a errar — mas também está contribuindo para fazer a diferença.

“Entretanto, é importante que se analise todo o processo, de forma a atingir uma melhoria contínua. Somente assim é que o erro passa a ser válido e contribui para o crescimento pessoal e profissional”, adiciona a head.

A coach especialista em Gestão de Pessoas, Simoni Missel, escreveu em um artigo que “ninguém em sã consciência erra de propósito ou por maldade. O erro, de uma certa maneira, é necessário para que se alcance o sucesso”. A citação dela reflete a necessidade de levar o erro como um processo natural, mas aproveitar a ocasião para extrair algo de positivo. E para finalizar, vale a pena adicionar o que o fundador da Microsoft, Bill Gates, comentou sobre esse processo: “É bom celebrar o sucesso, mas é mais importante prestar atenção nas lições do fracasso”.

Para ler mais:

https://hbrbr.uol.com.br/estrategias-para-aprender-com-o-erro/

https://gauchazh.clicrbs.com.br/educacao-e-emprego/noticia/2017/02/de-um-basta-a-cultura-do-erro-9705326.html

https://www.redefellipelli.com.br/o-poder-erro-cultura-da-busca-aperfeicoamento-e-desenvolvimento-continuo/

Rentcars.com

Renties, ideas and news about a great company

Rentcars.com

Written by

With operations in more than 160 countries, we are global leaders in the industry and the most important OTA specialized in car rentals in Latin America.

Rentcars.com

Renties, ideas and news about a great company

More From Medium

More on Startup from Rentcars.com

More on Startup from Rentcars.com

Anote metas e celebre conquistas

1

More on Carreira from Rentcars.com

More on Carreira from Rentcars.com

Uma nova forma de reconhecer

6

More on Startup from Rentcars.com

More on Startup from Rentcars.com

Machine Learning ou Inteligência Artificial?

6

Welcome to a place where words matter. On Medium, smart voices and original ideas take center stage - with no ads in sight. Watch
Follow all the topics you care about, and we’ll deliver the best stories for you to your homepage and inbox. Explore
Get unlimited access to the best stories on Medium — and support writers while you’re at it. Just $5/month. Upgrade