Visual Studio Code: um poderoso editor de código para qualquer ambiente

Um poderoso editor de códigos feito pela Microsoft que roda até em ambientes Linux.

Sim. O título não está errado. Um poderoso editor de códigos (praticamente uma IDE) feito pela Microsoft que roda em ambientes Linux, Mac e Windows (óbvio).

Esses dias tive contato pela primeira vez com o Visual Studio Code, um editor de textos bem interessante desenvolvido pela Microsoft que dá suporte para diversas linguagens apenas instalando alguns dos seus diversos plugins. Admito que no primeiro momento fui movido apenas pela curiosidade por conta do nome. Mesmo assim ainda pensei: “Ok! Mais um editor de textos. O Atom e o Sublime já me atendem perfeitamente.”. Mas passado o momento dogmático, admito que gostei bastante da ferramenta. Na ocasião, estava começando a engatinhar no Go e queria um editor legal e leve. Normalmente gosto muito das soluções da Jetbrains, mas elas não são exatamente baratas, então vamos deixar o GoLand para um segundo momento.

Grátis, Open Source e roda em qualquer lugar

Não é surpresa que a Microsoft mudou de mentalidade nos últimos anos em relação a comunidade Open Source e o Visual Studio Code e tem desenvolvido soluções e estimulado essa vertente do mercado.

“Free. Open source. Runs everywhere”. Essa é exatamente a frase acima do botão de Download do VS Code sendo esse um dos exemplos mais interessantes do que falávamos acima. Quem diria que um dia estaríamos falando em baixar um código — seja ele qual for — da Microsoft diretamente do Github, editaríamos e faríamos um Pull Request para que pudesse ser utilizado posteriormente pela própria comunidade? Pera! Acho que a pergunta é mais objetiva. Quem diria que um dia a MS teria um Github?! Sim! Essa é a pergunta correta. (haha). Pois bem. Tem e qualquer um pode dar uma olhada no código do VS Code, por exemplo.

Instalando o VS Code.

A MS é conhecida pela facilidade de instalar qualquer aplicação. O famosos: “next, next, next, install”. Não seria muito diferente em outras plataformas, correto? No Lixux, por exemplo, estão disponíveis pacotes .deb e .rpm, além do compactado .tar.gz.

Instalação feita, agora é hora de customizar.

E o primeiro passo é instalar o suporte as linguagens que nos interessam. Você deve achar que C# está no topo dessa lista, mas não: Python e C/C++ estão disparados na frente.

Duas das maneiras de fazer isso são as seguintes. Na área “Customize” da aba de Boas Vindas (imagem acima), podemos clicar em “Tools and Languages” e abrirá uma janela lateral com as opções mais famosas.

Nessa primeira opção, vamos instalar apenas o Python. Basta clicar em “Installe nova aba como esta (imagem abaixo) aparecerá.

Viu? Muito simples.

A outra forma é abrindo um arquivo qualquer. Por exemplo. Agora vamos instalar a extensão de suporte a Go. Para isso, basta abrir um arquivo que o editor automaticamente reconhece e recomenda a instalação.

Basta clicar em install e pronto. Agora o VS Code entende a sintaxe Go.

Controle de versão e outras funcionalidades

Não me vejo nos dias atuais escrevendo qualquer linha de código sem guardar o que fiz em algum controle de versão. Normalmente Git. Pois bem. O VS Code já vem com suporte nativo ao Git, sendo, inclusive, uma boa ferramenta para diff de código.

Outro recurso bem legal é a palheta de comandos. Nele podemos executar alguns comandos dos plugins que instalamos. Por exemplo, parar um container Docker que esteja rodando. Basta pressionar CTRL + Shift + P e digitar o comando desejado.

Admito que ainda não explorei completamente os recursos do VS Code, como, por exemplo, a ferramenta de debug que parece ser bem interessante. Vale dar uma conferida mais detalhada e explorar seus recursos.

Conclusão

Bem. Chegamos ao fim de mais um post. Dessa vez falamos sobre o Visual Studio Code. Um editor de código bem robusto, que auxilia e muito o desenvolvimento em diversas linguagens. Sua instalação simples, junto de sua versatilidade de utilização e funcionalidades nativas bem úteis, fazem dessa iniciativa Open Source da Microsoft um excelente companheiro para o dia a dia de qualquer desenvolvedor.

Não deixe de baixar e testar. É grátis, é open source e roda em qualquer lugar.

Até a próxima.


Responsive

Blog voltado a boas práticas do desenvolvimento de softwares

Marco Paulo Ollivier

Written by

Software Developer, futuro físico, entusiasta de Economia, Política e Filosofia. Também é Vascaíno, fã do GnR. Metido a fotógrafo e guitarrista meia-boca😜

Responsive

Blog voltado a boas práticas do desenvolvimento de softwares