A última ou a primeira do ano

Reprodução/Internet

Tudo depende da data. O que te liberta, ou o que te mata.

Tudo depende do dia. Se é o seu, ou se é noite. Melhor ainda se for noite. Escura como a minha pele, mágica como minhas frases, que vivem num deserto, mergulhadas num oásis. Tudo depende do tempo. Se vai dar tempo ou se o relógio tá quebrado. Se perder a hora, vai chegar atrasado. A festa pode começar sem um convidado, mas seu destino pode ser mudado.

Tudo depende do destino. Cinco minutos a mais ou a menos fazem aquele beijo ser mais demorado, ou ela acabar desistindo. Você tá atrasado, mais do que o Axl demorou pra lançar Chinese Democracy, mais tempo pro Temer entender o significado de democracia. Talvez falte o apetite que o Guns teve em Apettite.

Tudo depende da energia. Acredite no seu guia, ele te afastará de toda maldade, que você só conhece com a idade, que as vezes nem chega. É foda, as vezes o PM não tem piedade. Mas se você não for preto e pobre você vai chegar, o dinheiro vai fazer escada, o avião vai fazer escala, e no instagram você vai sair de aventureiro igual a Dora. Ou posar de prefeito, né Dória?

São mais linhas do que eu pensei, num foguete que eu pensava que só poderia chegar onde eu consigo pensar. Mas são tantas linhas que eu nem sei, acho que eu consigo voar. Mesmo sem avião, sem grana, a magia acontece nos meus dedos. E as palavras saem dela, exalando todos os meus erros.



Gostou? Clique nos aplausos — eles vão de 1 a 50 — e deixe o seu comentário!❤

Nos siga no Facebook, Instagram e Twitter.

Saiba como publicar seus textos conosco clicando aqui.

Assine a nossa newsletter clicando aqui e receba textos em primeira mão!❤

Leia a nossa revista digital clicando aqui.❤

Participe do nosso grupo oficial, compartilhe seus textos e adicione os amigos!