A poesia é incansável

Foto: Aryanne Audrey

Que seja de lamento ou alegria, a poesia está aí. Diz algo sobre o nada, ou sobre o vazio. Que seja de ontem ou amanhã, a palavra está aí. Escreve algo sobre o que existe e o que apenas é. Que seja sobre o que vemos e entendemos, ou sobre as verdades escondidas, incontidas na caixa-tórax coração. As poesias estão aí. No tempo que se perde pra observar o vento, pra se sentir pertencido aos espaços não construídos. Nos lodos que surgem com a chuva. Nas incertezas de um amor. Nas mãos que soltam a corda manchada de sangue, e na luta pela desistência de entender tudo isso que está aí.

A poesia é mesmo incansável.