Carnaval

(Juergen Sack/iStock)

Pierrô e Colombina,
dois amantes tão perfeitos.
Ela linda, ele sem jeito,
feito festa e purpurina.

Arlequim vem doutro lado,
todo enfeite e prosa e pruma.
Sem querer coisa nenhuma,
viu-se inteiro enamorado.

Da festa, partiram assim,
como um par recém-casado
da igreja, de braços dados.

Se antes, Pierrô cansado
de festas que não têm fim,
hoje é feliz e amado,
amante de Arlequim.


Gostou? Clique nos aplausos — eles vão de 1 a 50 — e deixe seu comentário!

Não perca nada: Facebook | Instagram | Twitter | YouTube

Participe do nosso grupo no Facebook e divulgue seus textos por lá!

Saiba como não perder nenhum texto através do aplicativo do Medium.

Clique aqui e saiba como fazer parte do nosso time!