Entrevistamos Marielle Franco: mulher, negra, periférica e Vereadora do RJ — Mulheres na Política #1

Revista Subjetiva
May 16, 2017 · 15 min read


1. Como mulher negra que nasceu na favela da Maré, não deve ter sido fácil ocupar está cadeira e, infelizmente, mulheres ainda são exceção nesse espaço político. Então, queríamos que nos contasse quem é você, de onde veio e como chegou à este cargo.

2. Agora como vereadora, tem uma rotina, convive com outros vereadores, contrários e a favor e que são majoritariamente homens brancos. Gostaríamos de saber qual o papel fundamental do protagonismo da mulher negra dentro desta Casa, com pessoas que tem ideias contrárias, a favor e as que ficam no centro.

3. Esse projeto do “Se é legal tem que ser real”, em qual patamar que ele já está?

4. Nessa última semana, sua equipe lançou o seu segundo projeto de lei, “Espaço Coruja”, nos fale mais sobre sua relação com as creches e o que é essa PL especificamente.

5. Na sua campanha sempre se falou sobre representatividade e como isso pode ser feito de maneira material, na prática, então gostaríamos de saber como é sua relação com seu gabinete, quem está ocupando esses espaços, se realmente essa representatividade está presente aqui e qual a rotina de uma vereadora.

6. Para fechar, fala para a gente quais são as suas pretensões aqui na Câmara e seus projetos futuros.

7. Considerações finais.


Revista Subjetiva

Tudo aquilo que você não encontra na grande mídia. Contato: rsubjetiva@gmail.com

Revista Subjetiva

Written by

Tudo aquilo que você não encontra na grande mídia.

Revista Subjetiva

Tudo aquilo que você não encontra na grande mídia. Contato: rsubjetiva@gmail.com