Há uma luz entalada

Foto: Aryanne Audrey

Há uma luz entalada
na ponta da língua,
tão perto do mundo,
presente em tudo,
sorrindo fadigas

Há uma luz entalada,
uma falta que rege,
uma ausência tenra,
uma ânsia quente,
uma alegria que fere

Há uma luz entalada,
uma cidade grande,
uma luta aberta,
uma multidão doente,
uma ternura na espera

Há uma luz entalada,
um amor beirante,
um suor corrente,
uma dor apenas:
aprender a ser gente.


Clique no ❤ e deixe o seu comentário. Se quiser mais privacidade, nos mande um e-mail para rsubjetiva@gmail.com

Segue a gente no Facebook|Twitter|Instagram|Youtube.

Conheça o Subversivo Podcast, o podcast oficial da Revista Subjetiva.

Temos um grupo para nossos leitores e autores, entre aqui.

Receba um conteúdo totalmente exclusivo clicando aqui.