Manifesto da Revista Subjetiva

Nós surgimos em outubro de 2016 na plataforma de blogues Medium, a proposta inicial não era ser uma revista com diversos colaboradores, mas sim um espaço de incentivo a escrita e a leitura para uma única pessoa, nosso Editor e Fundador, Lucas Machado. Os meses foram passando e a necessidade de dividir com outras pessoas a boa sensação de ter um texto publicado, lido e comentado por outras pessoas precisava ser estendido a outros escritores. Foi então que abrimos a revista, num primeiro momento, para amigos e conhecidos desta pessoa inicial. Assim, a revista foi criando cada vez não apenas uma identidade, mas várias, assimilando a subjetividade e identidade de cada um que se propôs a construir este projeto, por isso se deu a escolha de nosso nome.

No início de 2017, resolvemos abrir ainda mais, pois queríamos mais subjetividades e identidades conosco, pretendíamos moldar nosso projeto não com uma única cara, mas várias. Não perdendo nunca o seu propósito inicial: ser um espaço de incentivo a escrita e a leitura. Não perdemos, pelo contrário, nos tornamos um espaço para além dessa proposta, criamos um espaço não apenas de autoconstrução, mas de informação, valorização da literatura em suas variadas formas e também um local onde mostramos tudo aquilo que não está na grande mídia, este que é nosso tema desde nossa fundação foi fazendo mais sentido ainda com o passar dos meses.

Acreditamos e valorizamos cada um que se propõe a escrever, e também àqueles que se propõem a ler algo que esteja a fora da grande mídia. Nosso propósito enquanto mídia independente não é trazer verdades, mas duvidas. Sim, pois não acreditamos que um objeto tenha um, mas sim que tenha vários reflexos do mesmo, e qual reflexo será escolhido, caberá ao leitor escolher.

Pretendemos não apenas ocupar o espaço virtual, mas também o físico. Em abril, promovemos o primeiro encontro de publicações do Medium Brasil no Rio de Janeiro, e estamos já planejando outros encontros, eventos e muitas novidades para continuarmos, acima de tudo, promovendo a escrita, a leitura, apresentando tudo aquilo que não está nos grandes holofotes, valorizando aquilo que cada um tem de mais especial: sua subjetividade.


Gostou desse texto? Clique no ❤ e deixe seu comentário!

Caso queira mais privacidade, nos mande um e-mail para rsubjetiva@gmail.com ou nos deixe uma mensagem no Sarahah (as respostas estarão no stories do nosso Instagram).

Não deixe de nos seguir nas redes sociais: Facebook| Twitter |YouTube.

Ouça o nosso podcast oficial com seus autores favoritos do Medium!

Entre no nosso grupo fechado para autores e leitores.