Mulher-Mentira — I’mPerfeita #8

Quantas vezes
Fingiu ser quem não era
Só para se encaixar

Se matou aos poucos
Para ser amada
Nem que fosse por um breve momento
Ser você mesma não bastava
Nunca foi o suficiente
Para pertencer

Fez de conta que gostava de tantas coisas
Detalhes que lhe davam asco
Foram engolidos a seco
Silenciosamente se diminuindo
Por precisar desesperadamente de atenção

Qualquer coisa para participar
Do que quer que eles estivessem fazendo
Interpretou tantos papéis para ser aceita

…Que hoje em dia já não sabe mais quem é…


Gostou desse texto? Clique em quantos aplausos — eles vão de 1 à 50 — você acha que ele merece e deixe seu comentário!❤

Redes sociais: Facebook| Twitter |Instagram | YouTube

Ouça o nosso podcast oficial com seus autores favoritos do Medium!

Entre no nosso grupo fechado para autores e leitores.