Não se apaixone por ninguém

Foto: Thais Alves Fotografia

Não se apaixone por ninguém…

… se o que você busca nos relacionamentos é um complemento…

… se o que você deseja do outro é que ele/ela te coloque em primeiro lugar…

… se o que você precisa é de alguém para te dizer o quão bonito/bonita é...

… se você está muito ferido/ferida e deseja esquecer-se de uma desilusão passada.


Não se apaixone por ninguém…

Clichê dos clichês: tenha amor-próprio. Que confundam com egocentrismo — isso é problema deles.

Você merece estar em primeiro lugar na própria lista de amores. Você merece olhar-se no espelho e dizer: “seu lindo!/sua linda!” Você merece desacelerar seu metabolismo emocional para curar-se daqueles que não souberam valorizar seus sentimentos.

Você merece.


Não se apaixone por ninguém…

Porém, se apaixonar-se for inevitável, estabeleça um regime de apego controlado. Caso ainda não esteja preparado/a para entregar-se por completo, determine uma distância em espaço/tempo que lhe permita respirar. Não espere pela resposta daquela mensagem no Whatsapp, desabilite a função de aviso de leitura. Preserve-se.

Reserve um dia — ou algumas horas — na semana para fazer algo de que você goste, seja sozinho/a ou com seus amigos. Não se limite às quatro paredes de suas relações. Saia. Conheça gente. Faça amigos. Seja amigo/a dos seus amigos. Não os abandone. Eles estarão lá por você caso a paixão esfrie.

E, o mais importante de tudo: se você sente que não possui maturidade ou que não está preparado/a para educar suas expectativas, não as crie. Viva seus dias como se fossem somente seus. E deixa eu te contar um segredo: eles são todos inteiramente seus.


Não se apaixone por ninguém…

Deixe que entrem em seu mundo, não para consertá-lo, ou para embelezá-lo. Seu mundo já é bonito e já está certo. Deixe que visitem seu mundo, que acariciem os bichos que nele habitam, que apreciem as flores que nele medram, que respirem o ar de sua atmosfera, que mergulhem no seu oceano, que escalem as montanhas que nele se levantam. Deixe que aproveitem, não que tirem proveito.

Todos somos mundos repletos de aventuras. Aprenda a obter prazer em si mesmo/a. E aprenda a exigir que só fiquem dentro de você aqueles que também gozem de sua alegria em ser quem é.

Não se apaixone por ninguém… não mais do que por si mesmo/a.


Clique no ❤ e ajude esse texto chegar a outras pessoas!

Deixe o seu comentário ou nos mande um e-mail para rsubjetiva@gmail.com

Também estamos no Facebook, Twitter e Instagram. Segue a gente!

Quer conhecer nossos autores/as? Entre aqui.

Quer escrever conosco? Entre aqui.

One clap, two clap, three clap, forty?

By clapping more or less, you can signal to us which stories really stand out.