O dia em que pisei o solo da Lua

Eu e meu noivo fomos entrevistados por um dos maiores jornais da minha cidade. O objetivo da entrevista era falar de homofobia, dos rumos que ela tem tomado na nossa cidade — Itajubá, sul de Minas Gerais.

A matéria, um especial para o dia dos namorados, foi ilustrada com a nossa foto favorita, um símbolo do nosso amor: a nossa foto de beijo, que já esteve, inclusive, em jornais eletrônicos da França e do Reino Unido, após ser postada na campanha #Kiss4LGBTQRights no Instagram, contra os campos de concentração da Chechênia.

Leiam abaixo a matéria:

Jornal Itajubá Notícias, 07/06/2017, p. 8

Embora seja uma vitória relativamente pequena, em termos de representação nacional, é uma conquista gigantesca em termos de visibilidade local. A cidade de Itajubá é marcada pela força das igrejas. E, por isso, também é marcada pelas mãos do fundamentalismo em todos os espaços. Quando um casal LGBTQ ganha espaço de fala em um dos veículos de comunicação mais conhecidos da cidade, é motivo de muita comemoração.

Nosso orgulho segue intacto, em dia e devidamente registrado na mídia. E não há nada mais gratificante do que ser ouvido e ter nosso lugar de fala respeitado e reconhecido.

Representatividade importa. Hoje, sinto-me representante de muitos que, por diversos motivos, encontram-se às voltas com a própria sexualidade, com a família, com os amigos. Ir a público falar da minha experiência enquanto gay assumido, em um relacionamento homoafetivo duradouro, é uma dádiva, uma chance de ajudar a muitos que não se sentem bem em si mesmos, como eu mesmo não me senti um dia. E não há preço que pague essa oportunidade — um privilégio.

Por isso, estou feliz. O sentimento é de pisar o solo da lua, ou em terreno nunca antes explorado: “um pequeno passo para o homem, um salto gigantesco para a humanidade”.


Clique no ❤ e deixe o seu comentário. Se quiser mais privacidade, nos mande um e-mail para rsubjetiva@gmail.com

Segue a gente no Facebook|Twitter|Instagram|Youtube.

Conheça o Subversivo Podcast, o podcast oficial da Revista Subjetiva.

Temos um grupo para nossos leitores e autores, entre aqui.

Receba um conteúdo totalmente exclusivo clicando aqui.