imagem autoral

O futuro é verde

C.B.Alves
C.B.Alves
Jan 13 · 4 min read

2020 começou e eu não podia deixar janeiro terminar sem dar uma ênfase importante à declaração da diretora-executiva do Programa das Nações Unidas para o Meio Ambiente (Pnuma), Inger Andersen, sobre termos a necessidade de que esse ano seja o ano do meio ambiente.

A declaração da economista dinamarquesa me colocou a pensar que, muitas vezes, nos sentimos tão pequenos por não termos uma voz tão grande quanto influencers e pessoas famosas ou quanto ativistas ambientais como Greta Thunberg. Mas hoje eu estou aqui para te fazer mudar de ideia, te mostrar que, se todos nós fizermos um pouco, haverá uma grande diferença para o meio ambiente. Nesse texto eu vim trazer dicas fáceis de seguir e super importantes para você fazer de 2020 o seu ano verde.

Dica 1 — Água é um bem finito: essa dica é um pouco “batida”, mas é sempre bom lembrar: A água é um bem FINITO. Alguns lugares aqui no Brasil já sofrem de racionamento de água, como em São Paulo e em alguns lugares em Santa Catarina, então se atentar e se lembrar de que não podemos sair desperdiçando água a la vontê é importante. Feche a torneira ao escovar os dentes (clássica); desligue o chuveiro para ensaboar ou para fazer a barba; pare de adiar o conserto daquela torneira ou encanamento que está vazando dia após dia; aquela maquininha de mangueira que joga água com pressão que você usa pra limpar a calçada é uma facada ao meio ambiente! Aposente ela! Se pra você é mais fácil limpar a calçada com água, que tal reutilizar a água que você usou para lavar roupa?!; a água da chuva pode ajudar em muitas coisas, como por exemplo molhar as plantas e até mesmo limpar a calçada também.

Dica 2 — Respeite a terra: nosso sustento vem da terra e devemos tratá-la com respeito e carinho. Evite o uso de sacolas plásticas (eu sei que em alguns lugares, como no meu estado, Mato Grosso, isso é bem complicado, mas faça uma forcinha); dê preferência por produtos orgânicos e consuma menos carne bovina (existe o movimento #SegundaSemCarne lançado pelo GreeenPeace, você pode entender mais entrando no site deles, tem tudo explicadinho com dados); cultive sua própria horta, além terapêutico, você está evitando muitos agrotóxicos e, de quebra, está economizando um dinheirinho.

Dica 3 — Não seja conivente com a extinção da flora e da fauna: por incrível que pareça ainda há pessoas que não dão a mínima para a importância e a singularidade dos nossos biomas, então não vou me cansar de dizer: NÃO COMPRE ANIMAIS SILVESTRES, a comercialização de animais silvestres ilegal contribui para extinção de muitas espécies, fora os maus tratos que esses bichinhos sofrem. E se você conhece alguém que comercializa ou compra ilegalmente, denuncie; Não consuma alimentos ou produtos derivados de espécies em extinção, se atentar as letras miúdas escritas na embalagem pode te ajudar com isso; plante árvores (mais uma clássica), valorize o bioma ou, no caso do meu estado, biomas predominante no seu estado e plante espécies nativas, árvores são muito importantes para diminuir a poluição atmosférica.

Dica 4 — Pense no seu bolso: economize energia! Lembre-se de apagar as luzes nos cômodos que não estão sendo usados; tenha preferência por lâmpadas de LED que, além de durar mais, consomem bem menos energia; não durma com rádio ou televisão ligados, isso não faz bem nem para o seu bolso, nem para a sua saúde (caso você tenha problemas com insônia, procure um médico); aproveite a luz solar, abra janelas e portas e deixe a luz entrar!

Dica 5 — Reduza, Reutilize e Recicle: os famosos 3R’s são imprescindíveis para um super ano verde. Não tem segredo. Diminua o consumo de plástico (se você é o tipo de pessoa que compra fruta descascada envolvida em plástico, por favor, pare); transforme coisas velhas em coisas novas (o YouTube está cheio de DIY super criativos e fáceis para seguir); separe seu lixo! Além de você cooperar com o meio ambiente, você também ajuda muito os catadores de lixo que passam horas separando; faça compostagem caseira dos produtos orgânicos que você usa em casa para alimentar sua própria horta.

Dica 6 — A D O T E: o número de animais de rua no Brasil é ENORME! Diga não a compra de animais que, muitas vezes, alimenta um sistema cruel de reprodução e diga sim a adoção responsável! Raça não define amor, fidelidade e carinho.

Dica 7 — Não desista: algumas pessoas simplesmente não conseguem ver outras pessoas mudando suas atitudes (vai entender?!) e vão querer te desencorajar. As maneiras são várias: podem zoar da sua cara, chamar de mimimi, falar que você e sua ação não fazem diferença, mas não dê ouvidos a eles. Algumas pessoas simplesmente não suportam mudanças.

Tenho certeza que muitas dessas dicas você já conhecia e já leu em algum lugar, mas dar ênfase a elas nunca é demais. Nem todos podem seguir tudo que está aqui, mas aquilo que você conseguir já é uma grande ajuda na nossa luta diária para ajudar o planeta por que juntos conseguimos fazer a diferença, assim mesmo, de pouquinho em pouquinho.

Fontes: GreenPeace, WWF, Economico Valor e Pensamentoverde


Gostou do texto? Deixe os seus aplausos — eles vão de 1 a 50 — e fique de olho nas nossas redes sociais para maiores informações: Instagram e Twitter ou mande um e-mail para rsubjetiva@gmail.com.

Revista Subjetiva

Tudo aquilo que você não encontra na grande mídia.

C.B.Alves

Written by

C.B.Alves

Escrevo para preencher as minhas próprias entrelinhas.

Revista Subjetiva

Tudo aquilo que você não encontra na grande mídia.

Welcome to a place where words matter. On Medium, smart voices and original ideas take center stage - with no ads in sight. Watch
Follow all the topics you care about, and we’ll deliver the best stories for you to your homepage and inbox. Explore
Get unlimited access to the best stories on Medium — and support writers while you’re at it. Just $5/month. Upgrade