Peregrino

Study for the Pilgrim of the Cross at the End of his Journey — Thomas Cole

Sigo meu caminho
Em direção à alvorada
Vago a deriva:
Nas ondas e marés do oceano.
Luto, ainda que servindo
Um mestre, com minha espada.
A morte nunca foi tão viva:
A ironia torta do jovem cigano.

O vento varre, a água flui,
Tento imitá-los, mas fico para trás:
À deriva, novamente,
Estou ermo e submerso.
Mas ainda tento correr pela luz:
Busco nos feixes um caminho para paz.
E ao puxar - me, a corrente,
Tudo parece-me o inverso.


Gostou do texto? Clique no ❤ para ajudar na divulgação

Deixe seu comentário, ele é importante para nós. Caso deseje algo mais privado, nos mande um e-mail para rsubjetiva@gmail.com

Não deixe de nos seguir e curtir nas redes sociais:

Não perca nenhum texto, assine a nossa Newsletter: