Precisamos de mais pontes e menos muros

É hora de derrubar os muros que nos separam e reforçar as pontes que nos unem.
Imagem: Reprodução/Pinterest

Você já reparou como temos ficado cada vez mais distantes? E olha que já fomos bem mais próximos do que isso. Lembra quando a gente torcia um pelo outro? Íamos juntos porque estávamos indo ao mesmo lugar, carregando nossos sonhos com o mesmo cuidado que alguém cuida de quem ama, ouvíamos as mesmas músicas. Lembra quando as nossas lembranças traziam risadas engraçadas e lágrimas de orgulho por tudo o que já conseguimos conquistar?

Não sei se era coincidência, mas a gente também se ouvia mais e falava menos dos nossos problemas. Mesmo assim, alguns dias eram cinzentos e carregados, ainda assim ninguém ficava chateado, porque mesmo que não fosse com as palavras certas a gente sempre se comunicava. Quando algum problema aparecia e nem tudo parecia tão perfeito, as coisas se acertavam devagar, com muita conversa e nada de julgamento alheio. Os nossos olhos sempre encontravam uma maneira de encontrar o que o outro dia de mais especial. Mas a pergunta que fica é: Por que não somos mais assim?

Será que o mundo ficou chato demais, ou o que nos separa está sendo mais valorizado do que o que nos une? Até quando o eu será mais forte que o nós? Porque o nó na garganta causado pelo ego nos impede de desejar ao outro aquilo que também somos capazes de conquistar? São muitas perguntas eu sei, seria impossível responder todas de uma só vez. Mas e se a gente se juntasse mais?

É hora de derrubar preconceitos, limitações e rotulações. O que é superficial não nos suporta mais. Somos diversos demais para concordar com uma só opinião, o mundo é muito grande para que apenas as nossas diferenças sejam levadas em conta. Antes de qualquer coisa, precisamos destruir os muros que nos separam, chega de cercas que classificam e nos limitam.

É hora de construir pontes que sejam capazes de nos conectar intimamente para que as nossas diferenças sejam vistas como diferenciais e não como aberrações a serem enfrentadas. Porque o que nos une uns aos outros são as diferenças que insistimos em combater. Chega de combates sem significado, é hora de somar talentos e atitudes.


Gostou? Clique no ❤ e deixe um comentário, ele é muito importante para nós!

Não deixe de nos seguir e curtir nas redes sociais: Twitter; Facebook; Instagram.

Não perca nenhum texto, assine a nossa Newsletter: