Qual a necessidade de ter opinião formada sobre tudo?

Fonte: Ângulo de Vista

Um dia desses, enquanto estava na academia, passava na TV um desses boletins diários de notícias sobre política, e o senhor que conversava trivialmente comigo pergunta: Você acompanha essas coisas?

Eu respondi que acompanhava um pouco, e começamos a falar sobre isso, não foi uma discussão ou debate acalorado, apenas uma troca de informações sobre o que estava acontecendo no cenário político brasileiro. O que me chamou a atenção na situação foi o fato de que em nenhum momento ele me perguntou o que eu achava e sim se eu sabia sobre.

Fiquei pensando sobre isso e depois que li este texto e este, me dei conta de que muitas vezes damos opinião sobre algo sem ter conhecimento sobre e sem a mesma ser solicitada e que a opinião dada muitas vezes não vale absolutamente nada.

Pense na sua roda de amigos e em todos os temas que estão sendo “discutidos” ultimamente, teve o caso do sabão OMO, da performance de nudez do MAM, do jogador Roger e a foto com Bolsonaro e muitos outros que lotam a timeline do Facebook.

Foi até difícil achar um link destas notícia com apenas informações da notícia em si, sem nenhuma opinião declarada. Nos tornamos especialistas de tudo, temos opinião formada sobre tudo. E saímos disparando tais opiniões com nossa metralhadora, sem nem pensarmos sobre a utilidade da opinião.

E aí eu penso, qual a necessidade de ter opinião sobre algo? Eu não posso simplesmente não ter opinião, ou não querer opinar sobre o assunto? Serei condenada no tribunal da sociedade Facebookiana? Talvez.

Mas todos os dias novas polêmicas aparecem, e aquela opinião que você atirou já não tem importância. Novas polêmicas vão surgir na velocidade da luz, e se você refletir sua opinião não valeu nada. A notícia veio e foi, e você continua abraçado com sua metralhadora de opiniões, tentando se defender de um inimigo imaginário.


Este texto foi encontrado na tag Revista Subjetiva, use-a em seu texto e tenha a chance de ser publicado por nós. Leia mais sobre aqui.


Gostou desse texto? Clique em quantos aplausos — eles vão de 1 à 50 — você acha que ele merece e deixe seu comentário!❤

Redes sociais: Facebook|Twitter|Instagram|YouTube

Leia textos exclusivos e antecipados assinando a nossa newsletter.

Já conferiu a nossa revista em versão digital? Está linda! Vem ver!❤

Entre no nosso grupo fechado para autores e leitores.