Uma mania horrível

Julia Asenjo
Oct 9 · 1 min read
Ilustração: Julia Asenjo

Eu tenho uma mania horrível:

Reler conversas e reviver os nossos momentos gostosos na minha cabeça.

É um vício estúpido que vem de noitinha, antes de dormir, e me tira o sono e a noção do presente.

Quando me percebo na mesma posição há horas, de madrugada, emocionada com sentimentos já mofados, parece uma boa ideia insistir na gente.

A beleza das conversas apaixonadas e promissoras do passado me faz esquecer as amarguras do presente, e eu volto a acreditar no potencial de um amor, hoje ja tão desgastado.

A memória do que um dia foi bom sempre da um jeito de nos fazer insistir no que hoje já não funciona. E muitas vezes persisto até doer muito e não fazer mais sentido algum.

Aí volto a reviver a gente na cabeça, o ciclo autodestrutivo segue até que as dores latentes do agora terminam de destruir o que eu carregava de bom da nossa história. E as lembranças parecem tão distantes, inalcançáveis pela memória.

Revista Subjetiva

Tudo aquilo que você não encontra na grande mídia.

Julia Asenjo

Written by

jornalista carioca que não sabe disfarçar.

Revista Subjetiva

Tudo aquilo que você não encontra na grande mídia.

Welcome to a place where words matter. On Medium, smart voices and original ideas take center stage - with no ads in sight. Watch
Follow all the topics you care about, and we’ll deliver the best stories for you to your homepage and inbox. Explore
Get unlimited access to the best stories on Medium — and support writers while you’re at it. Just $5/month. Upgrade