Vitória

Guilherme Aniceto
Nov 18 · 1 min read
Foto: Musse Jereissati

Deitada sobre a superfície da água,
Vitória resiste e espera.

Submersa, a sua fortaleza intocada:
alguma derrota em equilíbrio
talvez exista
sob as suas nuances e curvas verdes.

Onde a flor se esconde,
que não circunda, nem preenche
este círculo que verdeja persistente
sobre o verniz espelhado do rio?

Deitada sobre a superfície da água,
Vitória oculta a maior flor da América:
Naiá, flor que só se abre à noite
para namorar a Lua,
aliciar e prender besouros.

Revista Subjetiva

Tudo aquilo que você não encontra na grande mídia.

Guilherme Aniceto

Written by

Poeta, pai de gatos e cachorros, marido de marido, filho só da mãe.

Revista Subjetiva

Tudo aquilo que você não encontra na grande mídia.

Welcome to a place where words matter. On Medium, smart voices and original ideas take center stage - with no ads in sight. Watch
Follow all the topics you care about, and we’ll deliver the best stories for you to your homepage and inbox. Explore
Get unlimited access to the best stories on Medium — and support writers while you’re at it. Just $5/month. Upgrade