Lud Pimenta
Jun 1 · 5 min read

No ano passado, tive a oportunidade de participar do reposicionamento de uma grande marca alemã muito importante aqui no Brasil e que faz parte da vida da maioria de nós brasileiros e das memórias mais nostálgicas de escola. Neste encontro, nos dividimos em profissionais para pensar no futuro da educação, futuro da sociedade e do futuro do trabalho. Foi o meu primeiro contato com o Futurismo e pude ver na prática — agora com os primeiros resultados do reposicionamento dessa marca — o quão importante foram as projeções, especulações do futuro que fizemos! Mais do que isso, a partir do momento que criamos o futuro, ele se tornou MUITO possível no presente! Tomou força e agilidade para acontecer!

O futuro, claro, ainda está sendo criado. Mas mesmo sem entrar em termos muito técnicos ou aprofundar em grandes métodos e teorias para moldar e projetar o futuro, é possível perceber os benefícios de um mindset que consegue transitar no tempo e espaço para perceber as consequências que só podem ocorrer no futuro, perceber variáveis, condições e conseguir se orientar no presente para projetar ações.

O futurismo toma força no Brasil

O futurismo, mais do que uma prática é um campo de investigação. O grande objetivo é estudar de forma sistemática o futuro para que sejam criado futuros possíveis e desejáveis. Por aí você irá encontrar vários termos: futures studies (estudos futuros), design futures (design de futuro), pesquisa de futuros, futurística, prospectiva ou prognósticos, Foresight, análises especulativa. Seus praticantes são os futuristas que atuam na proposição, especulação, exploração, avaliação e criação de futuros alternativos, possíveis, prováveis e preferíveis. (Fonte: KBFS)

Foresight

Foresight, antes de tudo, é um estado mental que determina como você pensa sobre o futuro. Ele sustenta como você projeta abordagens de previsão e como implementa em sua organização. É necessário formas adequadas de se fazer isso, por isso não podemos confundir Foresight ou futurismo com os processos convencionais de planejamento estratégico. (Fonte: Thinking Futures, 2015)

Uma prospectiva bem executada expande a percepção das opções futuras disponíveis para a organização e melhora o contexto no qual a estratégia está sendo desenvolvida. Isso fará com que surjam respostas proativas a mudanças necessárias e novas opções estratégicas. (Fonte: Thinking Futures, 2015)

Enquanto os estudos prospectivos referem-se aos estudos das causas que aceleram e influenciam a evolução do mundo moderno, o Foresight é o processo de aplicação dessas causas, na prática.

Na prática, Foresight estratégico se estabelece como um conjunto de técnicas transdisciplinares, que abrange vários domínios (ciência, negócios, tecnologia, política, economia e social) e escalas (individual ou pessoal, organizacional, social, global e universal).

Porque o RH, educadores e Startups deveriam se preocupar com os estudos de futuros?

Vale considerar que trendwatchers, historiadores, governo, sociólogos e filósofos já utilizam essas metodologias a tempos. Ampliando o leque, os estudos de futuros são importantes para qualquer pessoa ou organização que deseja desenvolver habilidades e atitudes para a criação de futuros possíveis e gerar alternativas estratégicas de soluções, produtos e posicionamento. Aqui neste artigo trago proposições e argumentos para as áreas que hoje tem maior força de atuação pelo RHlab: profissionais e lideranças de Gente (RH ou Gestão de Pessoas), educadores e startups.‍

Para áreas de Recursos Humanos (profissionais e lideranças de Gente e Gestão)

O RH se torna de fato um parceiro estratégico ao adquirir conhecimento de metodologias antecipatórias e com isso conseguirá mapear e desenhar cenários e identificar tendências e drivers prováveis ou ainda desconhecidas que poderão impactar o futuro do trabalho, dos colaboradores e da organização. Esta habilidade faz com que o RH realmente saia da caixa e se aproxime da linha de frente organizacional, provocando maiores resultados a níveis estratégicos ao oferecer oportunidades de ganhos não só para os colaboradores (com treinamentos e desenvolvimento de competências aderentes às necessidades do futuro, projetos de Employee Experience e Employer Branding com disposição clara da proposta única de valor), mas também a nível organizacional, ao oferecer uma visão ampliada do negócio, e a nível social quando a empresa se torna um ativo oferecendo uma proposta de valor para a sociedade onde ela está inserida.

Para startup

De forma ampla, todos os objetivos e ganhos para o RH também se relacionam aos benefícios para CEOs e novas organizações. Mas quando falamos de escalabilidade e proposição de novos produtos únicos, o Foresight estratégico pode ser uma ferramenta valiosa para startups, principalmente quando se torna uma prática regular na rotina organizacional, pois assim, as startups conseguem construir uma rede de conhecimentos transversais em tempo real de mudanças existentes, oportunidades, ameaças e identificação de novos cenários e novos produtos.

O planejamento de cenários não se refere somente às previsões de futuro e envolve o uso e a construção de informações já conhecidas mas também enriquecidas com perspectivas externas. Envolve o desafio rigoroso dos mapas mentais que moldam as percepções, reduzindo viéses e pontos cegos. Um bom projeto de planejamento de cenários amplia a visão periférica dos líderes e força-os a examinar suas suposições. O Foresight estratégico oferece uma forma de re-perceber continuamente o ambiente de negócios em mudança.

Para a educação e instituições de educação

A educação deveria ser um retrato extremamente atualizado das necessidades das gerações atuais e futuras, mas não é o que acontece na prática. Em um mundo fluido com abundância de fontes de informação e aceleradas transformações temos grandes dificuldades e limitações para modificar ementas e as formas de se ensinar, fazendo com que qualquer inovação na educação seja sempre um caminho de passos curtos, árduo, de muita força de vontade, pouco investimento e grandes obstáculos.

Se considerarmos a educação como uma startup, temos todos os ganhos citados acima! Mas mais do que isso, o Foresight fornece planejamentos e identificação de necessidades das nossas gerações atuais e futuras. Entender quais são as habilidades necessárias para os profissionais futuros e aproximar isso com o momento presente, antecipar o futuro, acelerar as mudanças já é um imenso e valioso ganho p/ educação. Além disso, o Foresight amplia a visão de futuro dos educadores e coordenadores pedagógicos para que construir sociedade com proficiência prospectiva e oferecer um grande valor social.

Estudos do futuro do trabalho tem sido uma grande área de interesse e prática do RHlab. Se você quiser saber mais sobre este assunto, se inscreva na nossa mailing ou entre em contato com a gente para saber mais sobre o workshop RH PARA O FUTURO que faremos no segundo semestre de 2019 em Brasília :)

RHlab

A necessária injeção de oxigênio nas rodas de conversa sobre RH. Experimentação, Employee Experience e Futurismo.

Lud Pimenta

Written by

RHlab proud founder :) buscando caminhos para @umnovorh.

RHlab

RHlab

A necessária injeção de oxigênio nas rodas de conversa sobre RH. Experimentação, Employee Experience e Futurismo.

Welcome to a place where words matter. On Medium, smart voices and original ideas take center stage - with no ads in sight. Watch
Follow all the topics you care about, and we’ll deliver the best stories for you to your homepage and inbox. Explore
Get unlimited access to the best stories on Medium — and support writers while you’re at it. Just $5/month. Upgrade