Sobre Hexcrawl e Old School Renaissance

Ouro & Glória é uma campanha de D&D, jogado em sua versão Rules Cyclopedia, que é um livro que reúne o material antigo do Dungeons & Dragons Basic Rules, do Expert Rules, Companion Rules, and Master Rules boxed sets.

É reputada como uma das melhores edições jamais feitas para um RPG, pois reúne em suas 300 páginas todas as regras e dadosnecessários para anos de campanha, cobrindo do level 1 ao 36 e um excelente kit de campanha, com regras para viagens, criação de mundo, encontros, opções avançadas de combate, combate em massa, planewalk, tesouros, criação de itens mágicos, bestiário, construção de keeps e cidades e um mini-cenário baseado em Mystara. O Ranieri Mattos escreveu a respeito do livro em seu blog, Tomos de Sabedoria (aliás, valeu pelas imagens!).

Traz uma experiência avançada do D&D clássico, de caça ao ouro, diferente do monster hunting de edições posteriores. O grosso do XP e do avanço dos personagens é obtido através de tesouro restagado, deixando o foco nas aventuras e exploração inteligente do cenário e das possibilidades e não nos combates.

De forma geral, seguiremos o mote do jogo à época, de acordo com o movimento de resgate do old school (OSR) no jeito de jogar RPG.

O desafio está em cima dos jogadores, e não das fichas dos personagens, que são bem mais limitadas em poder em comparação às versões subsequentes do D&D, indicando um índice de mortalidade de aventureiros mais alta. Por outro lado, certos recursos, individualmente, são muito mais significativos e capazes de trazer interações interessantes para o jogo.

A construção do setting acontece conforme a experiência da mesa. Não importa a preparação do mestre ou os planos dos jogadores; os fatos somente passarão a fazer parte do cenário quando for contemplado pela aventura jogada. Nesta construção, contaremos com geradores aleatórios para geração do mapa e dos encontros, que vão constituindo o ambiente e a narrativa.

Desta forma, os desafios não serão equilibrados, necessariamente. É possível que um pueril grupo de nível 1 encontre um dragão antigo em uma caverna, o que daria um combate um tanto injusto, mas que pode apontar para interessantes possibilidades de enredo.

Do mesmo jeito, um grupo de level 20 pode cruzar com uma tribo de débeis kobolds, que não resistiriam 5 segundos a um conflito armado, mas que também são importantes para a construção do mundo, podem trazer dados interessantes para o cenário e proporcionar interações legais que não o combate. Basta enfeitiçar o líder da tribo para torná-los aliados úteis, por exemplo.

Este tipo de construção do mundo é conhecido como Hexcrawl, nome derivado das grades de hexágonos usadas para medir a movimentação pelo mapa de jogo, e vai ser altamente explorado em Ouro & Gloria. Isto indica uma ênfase maior em gestão de recursos vitais, sobrevivência e exploração, sendo a narrativa derivada das viagens tão importante quanto àquela trazida por cenas relativas aos objetivos maiores dos personagens.

Para conhecer melhor sobre Hexcrawl, sugiro a leitura dos artigos linkados neste belo post no blog Ars Phantasia.

Há outras características legais do old school gaming como postuladas pelo documento “A Quick Primer for Old School Gaming”, abordado por Fabiano Mene em “Guia para um D&D mais Old School”, neste documento similar, em português. Diogo Nogueira também falou a respeito no blog Pontos de Experiência e recomendo muito a leitura.

Faça o download dos playbooks da campanha e se tiver dúvidas ou quiser trocar uma idéia a respeito de OSR, Hexcrawl e D&D antigo, não hesite em procurar nossas streams ao vivo de Ouro & Glória no Twitch, no grupo do Perdidos no Play no Facebook, ou me contactar diretamente via twitter ou pelo e-mail rafael.balbi@gmail.com