A Mulher: Empreendedora e Criativa

“Naquele tempo tinha muita onça e homens que se achavam donos das mulheres aparentemente sozinhas”.

Eu e Julia Lopes temos escutado muitos relatos destas protagonistas da História do Empreendedorismo Feminino. e resolvemos escrever em parceria para compartilhar com vocês.

Image for post
Image for post
ilustrações: Sandra Mara Selleste

Vamos registrar a fala da nossa protagonista por completo.

“Naquele tempo tinha muita onça e homens que se achavam donos das mulheres aparentemente sozinhas” Então, quando viemos pra cá, e meu marido viajava na “tropa”, eu rezava e dormia com uma garrucha embaixo do travesseiro e os três meninos na minha cama, em volta de mim. Ainda bem que nunca precisei usar”.

E você tinha medo que um dos homens da tropa ou mesmo os viajantes te violentasse na ausência do seu esposo? Perguntei para ver a reação. E ela me disse: “Claro! Eles eram o maior perigo, porque se isso acontecesse e alguém ficasse sabendo, meu marido iria lavar a honra dele e um dos dois morreriam”.

Este foi um dos relatos mais impressionantes que eu ouvi de uma mulher até hoje. Ela por medo de um dos viajantes tentarem algo e mesmo de um animal de grande porte entrar em sua moradia de pau a pique, optava por se valer de uma espécie de garantia — a arma de fogo. Este reflexo de pensamento ainda está presente em muitas mulheres que acompanharam seus maridos, nas décadas de 30/40 e 50 do século XX, na busca de terras para produção agrícola.

Fico imaginando que além do desafio de empreender uma nova vida, a mulher ainda tinha que ser subordinada a este conceito social de comportamento de todos os envolvidos. Me pergunto quantas mulheres não se calaram sobre — FATOS — para que a honra do marido não fosse lavada em sangue?

Image for post
Image for post
ilustrações: Sandra Mara Selleste

Neste momento percebo, o que podemos elencar como uma das raízes da criatividade feminina. As situações eram tão cheias de adversidades que a multidisciplinariedade, o olhar, enfim, tudo gradativamente foi construindo no cérebro feminino uma alta capacidade de solução, o uso dos cinco sentidos no seu maior desempenho para autodefesa.

Questões sobre o posição de destaque das mulheres, não mais como segundo plano, apenas em cargos de operação dentro das empresas, mas em lugares de poder e a busca pela igualdade de salários quando ocupando esses cargos. As diversas pautas sobre mulheres são, atualmente, de enorme importância, o número de mulheres empreendedoras tem crescido cada vez mais. Por isso é importante, construir uma literatura cultural e filosófica, distante da ideia de sexo único ou mesmo de deformismo sexual dos último séculos. Mudar a base “logica” masculina do saber sobre a mulher que a condicionava em um lugar de inferioridade.

Image for post
Image for post
Portal do Empreendedor
Image for post
Image for post
Portal do Empreendedor

Bom, mas o que isso tem a ver com Economia Criativa? Para validar essa busca por espaços dentro das empresas e do empreendedorismo as mulheres se especializam mais que os homens, se preparam, estudam e adquirem experiências, tornam-se especialistas, trabalham os atributos para, o momento de se apresentarem no mercado com uma empresa ou para a concorrência em um alto cargo.

A verdade que a mulher lida com todos estes itens carregara um lastro que comprova que ela é capacitada para aquilo e só ela com o diferencial que ela tem, pode ocupar aquele espaço.

Image for post
Image for post
ilustrações: Sandra Mara Selleste

É aí que entra a Economia Criativa, que gera valor, justamente a partir das histórias, do lastro, do conhecimento e diferencial de cada um. É o combustível para o desenvolvimento e o destaque de uma empresa no mercado, pois trabalha a marca e os recursos intangíveis que são abundantes. E hoje sabemos que o valor de um produto ou serviço está totalmente atrelado a sua marca, experiência e credibilidade, ativos para conseguir desde novos clientes até investidores.

Economia Criativa é para todo mundo, mas se pensarmos na demanda atual ao fomento do empreendedorismo feminino, a Economia Criativa passa ser estratégica para as mulheres de qualquer área que buscam destacar seu diferencial e se juntar a uma rede para evidenciar e fortalecer cada uma.

Image for post
Image for post
Julia Lopes

Neste texto quem escreve comigo é a Júlia Lopes -Administradora e Especialista em Economia Criativa. Atualmente, é sócia na empresa Observatório Luneta que atua com planejamento estratégico para Economia Criativa e desenvolve um programa chamado Negócios para Elas, para o fomento do empreendedorismo para mulheres. Se especializou e trabalhou com Lala Deheinzelin se tornando uma Fluxonomista 4D. É também criadora da CASA 282 , local compartilhado e colaborativo de fomento ao empreendedorismo, em Pouso Alegre e co criadora do Coletivo Movimento Laranja que atua na cidade e na transformação do espaço urbano.

Fontes Pesquisadas

Global Entrepreneurship Research Association — GERA / Instituto Brasileiro da Qualidade e Produtividade (IBQP) / Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (SEBRAE) / Fundação Getulio Vargas (FGV-EAESP) / Confederação Nacional dos Jovens / Empresários (CONAJE) / Portal do empreendedor. Thomas Laqueur

Sandra Mara Selleste

Written by

Sou empreendedora na Selleste, Consultora no desenvolvimento de empreendedores para as Novas Economias, Fluxonomista4D, produtora cultural e atriz.

Selleste Economia Criativa

Empresa de consultoria e produção artística com foco em traduzir idéias construindo projetos inovadores que demonstram sustentabilidade em ações evoquem uma ciência e estado da arte.

Sandra Mara Selleste

Written by

Sou empreendedora na Selleste, Consultora no desenvolvimento de empreendedores para as Novas Economias, Fluxonomista4D, produtora cultural e atriz.

Selleste Economia Criativa

Empresa de consultoria e produção artística com foco em traduzir idéias construindo projetos inovadores que demonstram sustentabilidade em ações evoquem uma ciência e estado da arte.

Medium is an open platform where 170 million readers come to find insightful and dynamic thinking. Here, expert and undiscovered voices alike dive into the heart of any topic and bring new ideas to the surface. Learn more

Follow the writers, publications, and topics that matter to you, and you’ll see them on your homepage and in your inbox. Explore

If you have a story to tell, knowledge to share, or a perspective to offer — welcome home. It’s easy and free to post your thinking on any topic. Write on Medium

Get the Medium app

A button that says 'Download on the App Store', and if clicked it will lead you to the iOS App store
A button that says 'Get it on, Google Play', and if clicked it will lead you to the Google Play store