Braços abertos para a dignidade

A primeira visita técnica dos participantes da 3ª Semana Universitária foi ao programa De Braços Abertos. Trata-se de uma iniciativa transversal, que une várias secretarias municipais na missão de resgatar a identidade e a qualidade de vida de dependentes químicos da região da Cracolândia.

Antes de visitar as tendas, o Secretário de Segurança Urbana, Benedito Mariano, encontrou o grupo de universitárias e de universitários para contar mais sobre a iniciativa. Diante um histórico de mais de vinte anos de repressão na região, a primeira tenda de acolhimento daqueles que viriam a ser beneficiários do De Braços Abertos, começou com o programa federal “Crack, é possível vencer”.

Em janeiro de 2014, nasceu o programa municipal que também envolve as Secretarias do Trabalho, de Assistência e Desenvolvimento Social, de Direitos Humanos e de Saúde. O nome foi escolhido pelos próprios beneficiários, que também produziram o logo da política pública.

“Acreditamos no acompanhamento aberto, como conceito inovador de não trabalhar no pressuposto de abstinência. O foco não é a droga, mas sim, os dependentes químicos e a redução de danos causados pela droga”, explicou Mariano, que também é coordenador do programa.

Prezando pela autonomia dos beneficiários, a Prefeitura auxilia na obtenção de emprego, acompanhando o desenvolvimento social e também dialogando com a defensoria pública, buscando a retomada da identidade e das relações afetivas, familiares e de trabalho do indivíduo em situação de extrema vulnerabilidade.