Você já pensou em ir à Bélgica?

Quando falamos em viagem pela Europa, a Bélgica dificilmente é um dos primeiros países que vem à cabeça, né? Tive a oportunidade de conhecer Bruxelas e Bruges e aqui vão alguns pontos turísticos que vão fazer você colocar o país dos chocolates e da batata frita (esquece a dieta aqui, querido) no mapa:

→BRUXELAS

Dica preciosa: procure acomodação o mais próxima possível da Grand Place, que é onde muita coisa acontece. É ali que estão os restaurantes, grandes construções, lojas de chocolate (ô país pra fazer a gente engordar) e de noite ela fica linda!

Delirium Café

Na minha viagem, cheguei à noite em Bruxelas. Para aproveitar o tempo, segui para o Delirium Café logo na chegada. Reza a lenda que esse é o bar com a maior carta de cervejas no mundo (2400 no total).

Infelizmente eu, com minha cadeira, só consegui tomar uma e do lado de fora: o bar tem degraus enormes e nenhuma opção de entrada acessível (erraram, hein!). Mas se isso não é problema pra você, se joga: tá sempre lotado!

A cerveja pode ser boa, mas a acessibilidade… :(

Nas ruas perto da Grand Place, além da tentação de comer um chocolate à cada 10m, você verá várias réplicas, chaveiros e muitos souvenires de um menino fazendo xixi. Sim, é meio bizarro, mas essa fonte é 'O Símbolo' de Bruxelas.

Há várias teorias para a criação do Mannekin Pis (menino mijão, para os íntimos). A mais difundida é que essa é uma homenagem ao filho de um duque que foi encontrado tranquilamente mijando no meio de uma batalha e acabou virando símbolo da coragem militar no país (sério).

Foto da Wikipedia já que a minha ficou muito ruim

Antes de correr pro abraço no menino mijão, um aviso: a estátua é pequena e pode ser um pouco decepcionante depois de ver as réplicas grandes. Mas, nas datas especiais, eles fantasiam o menino e fica bem engraçado.

Vale ir porque turista que não conhece símbolo não é turista.

Tim-Tim e o Museu de Quadrinhos

Num muro pertinho do menino mijão, está a pintura de um dos maiores expoentes dos quadrinhos belgas, talvez até da Europa: Tim-tim. É lindo ❤

Se você é nerd e curte quadrinhos, primeiro vem cá e me dá um abraço porque somos dois. Depois, reserva um tempo da sua viagem para ir ao Museu de Quadrinhos.

Lá é o paraíso pra quem curte essa arte: focado exclusivamente em HQs europeias (nada de DC ou Marvel aqui), o acervo mostra desde o surgimento das “histórias desenhadas” até o processo de colorização mais recente. Tem também áreas dedicadas aos grandes personagens (Além de Tim Tim, Os Smurfs, por exemplo). Na lojinha do museu é possível encontrar pequenos tesouros ;)

A entrada custa 10 euros para adultos e é gratuita para cadeirantes.

Atomium

O átomo gigante construído para a Exposição Universal de Bruxelas em 1958, hoje abriga exposições permanentes e temporárias sobre diversos assuntos.

Infelizmente, tomei porta na cara porque cheguei com ele bem perto de fechar. MAS, por fora já é bem impressionante, então não perde essa não!

→ BRUGES

A uma hora de trem de Bruxelas, chegamos à charmosa Bruges. Antes de começarmos, um aviso: Bruxelas fala francês, mas Bruges fala holandês. Mas, não precisa ficar preocupado (eu já fiquei antes de você): todo mundo aqui fala inglês.

Se chegar à noite em Bruges, fique atento: praticamente tudo fecha cedo. Se quiser jantar, corra! Isso acontece porque muitos (MUITOS MESMO) turistas vão pra lá apenas passar o dia e o comércio fecha junto com a partida deles.

Em Bruges, é imperdível fazer um passeio de barco. Os barcos não são grandes e adaptados como em Paris, por exemplo (#alfinetei). Portanto, se você é cadeirante, precisará deixar sua cadeira e usar suas habilidades pra entrar no barco (tenha alguém de confiança pra ajudar). O passeio fica por volta de 8 euros e você verá como Bruges é linda ❤

Grote Markt

É a Grand Place de Bruges, onde tudo acontece. Vale caminhar por suas várias ruelas e descobri-las ;)

Madonna and The Child

A única obra de Michelângelo fora da Itália está em Bruges, na Igreja de Nossa Senhora. Além de ser uma arte incrível de um gênio (e tartaruga-ninja, posteriormente rs) a igreja que a guarda também é linda!

O ingresso custa 5 euros :)

E você, já foi à Bélgica?

  • Nota boa: COMA MUITO na Bélgica. É chocolate, é batata-frita ( foram eles que criaram, beijo mundo), é waffle. Sem medo de ser feliz!
  • Nota chata: As cidades são de contos de fada, mas as calçadas comprovam a história antiga: poucas tem rampas, necessário ajuda em vários pontos se você é cadeirante.
One clap, two clap, three clap, forty?

By clapping more or less, you can signal to us which stories really stand out.