NÃO É INVEJA

PhotoPIn

Ela não sentia inveja. Não mesmo… até meio que admirava essas outras pessoas.

Ela sentia raiva dela mesma.

Percebe que é diferente… pode ser pecado do mesmo jeito, mas é outra coisa. Ela tinha raiva dela por estar naquela situação de merda novamente. “Sair da zona de conforto” é o que dizem por ai… mas aqui está tão quentinho e aconchegante.

Ela até tentava aprender com os outros… mas a raiva dela mesma parecia apenas aumentar… e ficava sem saída, sem ar, sem saber pra onde ir.

Por que só ela não conseguia? Por que só ela não mudava? Por que só ela era assim?

Talvez ela sentisse inveja mesmo e a sua inveja a impedia de aprender com a outra pessoa…

Ela sentia menos raiva dela e mais amor pela outra pessoa.