Comunidade como plataforma

Service Design Portugal
Sep 17 · 3 min read

Service Design Portugal: quem somos, o que andamos a fazer e onde?

O que é a Service Design Portugal

Quando, no verão de 2017, criamos a Service Design Portugal (SDPT) foi porque encontramos a necessidade fazer nascer uma plataforma que que para alavancar o papel do o Service Design (ou Design de Serviços) em Portugal.

Porquê Service Design? De acordo com um estudo da Marketest, no final de 2011, 72% da actividade económica em Portugal acontecia no sector terciário. No Pordata, estão publicados dados que demonstram que em Portugal, em 2017, 69% da população ativa estava empregada no sector terciário. Em suma, por qualquer métrica, sejam receita, seja mão de obra, mais de 2/3 da economia em Portugal são serviços.

À data pareceu-nos inesperado que uma disciplina, como o Service Design, não estivesse num grau de maturidade maior e a sua prática mais disseminada, em organizações públicas e privadas. Assim, a nossa visão passava por articular os mesmos alicerces que projectaram o Service Design como disciplina transformadora e inovadora, à escala global: ser holístico, multidisciplinar, participativo e integrador. Em suma, embarcamos numa jornada de juntar partes interessadas em aplicar processos de design, para a melhoria ou criação de serviços, digitais ou presenciais—ou seja, de pessoas que fazem ou têm aspirações de fazer Service Design.

Funcionando como uma plataforma, com Service Design PT o nosso objetivo é fomentar as relações entre partes interessadas, atuais e aspirantes e, desta forma, criar um ecossistema para serviços centrados nas pessoas, em Portugal.

Vamos para onde nos levam

Somos uma comunidade de prática. Para seguir a nossa actividade 🌍 podes encontrar-nos em praticamente todo lado. Partilhamos oportunidades de trabalho, debates e referências úteis no Slack. Organizamos eventos no Eventbrite (sim, sabemos que o MeetUp é fixe, mas ainda não estamos lá). Mostramos no Instagram o que aconteceu, o que vai acontecer e o que está a acontecer nos eventos onde estamos. No Facebook foi onde começamos com uma página e um grupo. Trabalhamos a nossa capacidade de síntese no Twitter. E, por fim, estamos sempre atentos no LinkedIn, nem que seja porque quando começamos a comunidade, em 2017, nem uma dúzia de Service Designers havia a trabalhar em Portugal (não temos screenshot, terão que confiar na nossa palavra), o que agora parece ser diferente… 👇

In the newsletter they trust!

Subscreve a nossa newsletter e para conheceres conteúdo relacionado com design, design de serviços, inovação e transformação digital que consideramos relevantes.

Caso sejas um(a) ávido(a) leitor(a) de newsletters e quiseres contribuir com feedback, propostas, desafio ou sugestões, envia-nos um email e ajuda-nos a melhorar o parlapié.

Uma plataforma. Várias comunidades.

Nunca dizemos que não a um bom desafio e foi desta forma que o Mauro e a Susana primeiro e depois o Carlos, o Kasper e a Laura, nos desafiaram para que juntos criássemos o capítulo Português da Service Design Network—que é a mais reputada organização mundial na especialidade. Este projecto que apesar de ter na sua génese motivações próximas à SDPT, tem um âmbito de acção e uma abordagem diferentes, como poderás ver pelo Welcome Kit que lançamos e apresentamos em Janeiro.

Temos estado envolvidos com várias organizações, associações e comunidades, que nos têm apoiado, a quem gostamos de chamar parceiros e com quem queremos continuar a fazer coisas. Tais como: Porto Innovation Hub, Dinamo10, ENED, NOW_ Coworklisboa, Impossible, Koos Service Design, Porto Business School, Porto.UX, ResearchOps (do Porto e de Lisboa), Beta-i e, por fim, MUDOPodcast — que já perderam tempo connosco aqui e aqui.

Por isso, tens ideias, capacidade e vontade criar conteúdo ou então só queres dar uma 👋, por favor, não hesites em contactar-nos.

E bem, por agora é tudo

Edição por Sofia Peres e Daniel T Santos

Service Design Portugal

Written by

Service Design Portugal

A Service Design Portugal é uma comunidade para alavancar o papel do Design de Serviços localmente, usando os mesmos alicerces que o projectaram como disciplina transformadora, à escala global: ser holístico, multidisciplinar, participativo e integrador — bit.ly/SDPT-Slack

Welcome to a place where words matter. On Medium, smart voices and original ideas take center stage - with no ads in sight. Watch
Follow all the topics you care about, and we’ll deliver the best stories for you to your homepage and inbox. Explore
Get unlimited access to the best stories on Medium — and support writers while you’re at it. Just $5/month. Upgrade