SF Deltas 1st Birthday

Learned so much in a year

ENGLISH

On October 14, 2015, we got the final signatures for admission to the league in order to bring pro soccer to San Francisco. On October 14, 2016, we had 100+ fans in our SOMA office singing happy birthday before blowing out candles on a cake. In those short 12 months, I’ve learned so much, met many new people, and have much to be thankful for. Here are some quick reflections.

Pro sports is very complex. It’s 7 businesses in one (sports, marketing, real estate, construction, event planning, retail, tech) and they all have to come together in a synchronized fashion for the first game with no way to ask for an extra 30 days. Oh yeah, it’s also very public and you immediately get a bunch of business partners (other teams in the league) all across the country.

If you come with curiosity, humility and good intentions, you will meet so many people who will want to help. I feel blessed for the innumerable people who helped us. Without them, we wouldn’t have accomplished all that we have in this first year. There are too many to list here, but they’re people in city government, in youth soccer, in the press. They’re investors, advisors, bloggers, consultants, vendors. They’re people who work at other soccer clubs, other pro teams.

Fans are the heart and soul of a club. I believe our success is tied to (1) remembering we have two ears and one mouth, so we need to listen to fans twice as much as we speak to them and (2) never losing sight that we’re simply fans and need to make decisions with that mindset. Thank you to the countless fans I’ve met on the streets, in restaurants, as drivers. Thank you for spreading the word with friends on social media. Thank you to the guy who stuck out his head as he drove by and shouted out “Go Deltas!” with a huge smile on his face.

Finally, hire slowly. Very slowly. We’ve been very thoughtful, thorough, methodical in our hiring. We’ve interviewed many wonderful people and have prioritized kindness, humility, curiosity. We want people who are nice. Once they clear those hurdles, then we evaluate their skills, experience and, more importantly, their potential. We care more about what they will do than what they have done. I feel blessed to be a member of team Deltas.

www.sfdeltas.com

ESPAÑOL

El 14 de octubre del 2015, obtuvimos las últimas firmas para la admisión a la liga con el fin de traer el fútbol profesional a San Francisco. El 14 de octubre del 2016, tuvimos a más de 100 aficionados en nuestra oficina en SOMA cantando Feliz Cumpleaños antes de soplar las velas de un pastel. En estos pocos 12 meses he aprendido tanto, he conocido a mucha gente nueva y tengo mucho de lo cual sentirme agradecido. Aquí están unas cuantas breves reflexiones.

Los deportes profesionales son muy complejos. Son siete empresas en una (deportes, marketing, bienes raíces, construcción, organización de eventos, venta al consumidor, tecnología) y todas deben reunirse de un modo sincronizado para el primer partido, y no hay manera de pedir 30 días extras. Ah claro, también es bastante público y de inmediato tienes bastantes socios (otros equipos en la liga) por todo el país.

Si llegas con curiosidad, humildad y buenas intenciones, conocerás a mucha gente que querrá ayudarte. Me siento bendecido por las innumerables personas que, sin su ayuda, no hubiéramos logrado todo lo que obtuvimos en este primer año. Hay demasiadas personas que quiero listar aquí, pero son personas del gobierno municipal, en el fútbol juvenil, en la prensa. Son inversionistas, asesores, blogueros, consultores, proveedores. Son personas que trabajan en otros clubs de fútbol, en otros equipos profesionales.

Los aficionados son el corazón y el alma de un club. Creo que nuestro éxito está ligado a (1) recordar que tenemos dos oídos y una boca, por lo cual necesitamos escucharlos el doble de lo que les hablamos, y (2) nunca perder de vista que somos simples aficionados y necesitamos tomar decisiones con esa forma de pensar. Gracias a los tantos aficionados que he conocido en las calles, en restaurantes, como choferes. Gracias por correr la voz con sus amigos en las redes sociales. Gracias al joven que se asomó por su ventana mientras manejaba y gritó “¡Vamos, Deltas!” con una gran sonrisa de oreja a oreja.

Por último, contrata de manera lenta. Muy lenta. Hemos sido muy cuidadosos, rigurosos y metódicos con nuestras contrataciones. Hemos entrevistado a muchísimas personas maravillosas y hemos puesto como prioridad la amabilidad, la humildad y la curiosidad. Queremos personas agradables. Una vez que superen esos criterios, entonces evaluamos sus habilidades, experiencia y, más importante aún, su potencial. Nos interesa más lo que harán que lo que han hecho. Me siento bendecido por ser un miembro del equipo Deltas.

www.sfdeltas.com/es/

PORTUGUÊS

No dia 14 de outubro de 2015 nós conseguimos as últimas assinaturas de admissão na liga, para poder trazer o futebol profissional à São Francisco. No dia 14 de outubro de 2016 tínhamos mais de 100 fãs em nosso escritório SOMA cantando feliz aniversário antes de assoprarmos as velinhas do bolo. Nesses curtos 12 meses eu aprendi muito, conheci diversas pessoas novas e tenho muito a agradecer. Abaixo estão algumas breves reflexões.

O esporte profissional é muito complexo. São 7 negócios em um só (esporte, marketing, imobiliária, construção, planejamento de eventos, varejo e tecnologia), e todos esses negócios precisam estar sincronizados para o primeiro jogo, sem a possibilidade de pedir por mais 30 dias. Ah, sim, também é algo muito público, e você terá, na mesma hora, vários parceiros de negócios (os outros times na liga) por todo o país.

Se você vier com curiosidade, humildade e boas intenções, você encontrará várias pessoas que desejam ajudar. Eu me sinto abençoado pelas várias pessoas que, sem a ajuda delas, não teríamos alcançado o que alcançamos nesse primeiro ano. São muitas para serem citadas, mas são pessoas no governo da cidade, no futebol infantil e na imprensa. São investidores, conselheiros, blogueiros, consultores e fornecedores. São pessoas que trabalham em outros clubes de futebol e outros times profissionais.

Fãs são a alma e o coração de um clube. Eu acredito que nosso sucesso está ligado a, primeiro, lembrar que temos dois ouvidos e uma boca, por isso precisamos ouvir nossos fãs duas vezes mais do que falamos com eles e, segundo, nunca perder de vista que somos simplesmente fãs e precisamos tomar decisões com essa mentalidade. Agradeço aos inúmeros fãs que encontrei nas ruas, em restaurantes e como motoristas. Agradeço a todos vocês pela divulgação que fizeram para amigos nas redes sociais. Agradeço ao homem que colocou sua cabeça para fora enquanto dirigia e gritou “Vai, Deltas!”, com um grande sorriso no rosto.

Finalmente, contrate com calma. Muita calma. Temos pensado bastante, profundamente e de maneira metódica nas nossas contratações. Entrevistamos várias pessoas incríveis e priorizamos a gentileza, humildade e curiosidade. Queremos pessoas do bem. Assim que elas passam por esses filtros, avaliamos suas habilidades, experiência e, mais importante, o potencial. Nos importamos mais com o que eles podem fazer do que com o que eles já fizeram. Me sinto abençoado por ser um membro da equipe Deltas.

www.sfdeltas.com/pt/

Show your support

Clapping shows how much you appreciated Brian Andrés Helmick’s story.