Nova versão do Chrome otimiza privacidade e corrige 23 vulnerabilidades

Google pagou mais de US $ 20.000 em recompensas para pesquisadores que reportaram falhas

Image: 9to5Google

Na terça-feira (16) a Google lançou o Chrome 70, que promete mais recursos de privacidade de dados. Disponível para Windows, Mac e Linux, a novidade também acompanha patches de correção para 23 vulnerabilidades, sendo que 6 falhas foram classificadas como de alta gravidade.

O Chrome 70 inclui um painel que permite aos usuários ter mais controle sobre como o navegador se comporta quando eles fazem login em suas contas do Google, disponibilizando a opção de desativar o acesso automático. A versão anterior do navegador assinava automaticamente os usuários quando eles faziam login em um serviço do Google, o que gerava preocupações com a privacidade.

Além dos novos recursos, o Chrome 70 também inclui 23 correções de segurança, incluindo erros de alto risco. Destas falhas reportadas, 18 foram descobertas por pesquisadores externos que, no total, receberam US $ 20.000 em recompensas do Google. Vale destacar que há patches para uma vulnerabilidade de falsificação de URL considerada de alto risco na omnibox (CVE-2018–17464) e um erro de corrupção de memória no Angle, também de prioridade alta (CVE-2018–17466).


Artigo originalmente publicado no aplicativo Tempest Soundbites, disponível para clientes da Tempest em versões para Android e iOS. Para obter uma credencial, fale com seu gerente de relacionamento.