Novos Futuros Feevale

Como realizar um esforço de comunicação que evidencie os inúmeros diferenciais de uma instituição com tanta complexidade como a Universidade Feevale?

A dificuldade de unir uma série de atributos em uma promessa única de marca sempre foi um desafio para o trabalho de comunicação institucional da universidade, principalmente nos momentos de vestibular, onde é preciso alta visibilidade e grande identificação com o público.

A proposta pedagógica da Feevale respeita a individualidade de cada aluno, pois permite a customização da formação de cada um. Isso conduz para uma formação única, onde cada aluno aproveita suas diferentes bagagens e com isso tem mais condições de fazer conexões fora do óbvio. Uma crença embasada no entendimento de que os jovens, quando atuam sobre a sua realidade, são grandes propulsores da transformação.

Essa crença, de formar pessoas com mais condições de inovar, gerou o conceito ‘Novos futuros: vamos juntos?’, colocando a instituição em um novo patamar. Falar de futuro é falar da proposta pedagógica da universidade indicando a consequência de estudar na Feevale: o poder de saber criar novas conexões em um futuro em constante mudança.

Ao apresentar o tema de “novos futuros” a universidade abriu espaço para dialogar com um contexto de novas perguntas, problemas e desafios, que necessariamente demandam novas respostas e soluções. A partir daí os atributos da universidade como estrutura física, laboratórios e cursos inéditos puderam ser apresentados em diversos períodos do ano.

A cumplicidade entre a Feevale e o Sistema Dez nos possibilitou inovar na categoria, subvertendo a estratégia clássica de lançar conceitos anuais no verão, por exemplo. Hoje a Feevale lança sua campanha principal no vestibular de inverno, e com isso ganha tempo na construção da mensagem na cabeça dos vestibulandos.

Um projeto completo que envolveu todos os momentos do ano, falando com todos os públicos, internos e externos. E que, mesmo sendo fortemente institucional, trouxe grandes resultados de conversão, como no Vestibular de Inverno de 2015, com 2.607 inscritos.

Clique aqui para conhecer mais cases e o método de trabalho do Sistema Dez.

One clap, two clap, three clap, forty?

By clapping more or less, you can signal to us which stories really stand out.