Por que ter uma landing page? Ela realmente será util para o meu produto ou serviço?

Neste artigo te darei bons motivos para criar uma landing page para seu produto ou serviço e darei dicas para estruturar o conteúdo dela.
Reprodução Google.

As Landing Pages são páginas criadas com foco na conversão. É uma excelente estratégia para transformar os visitantes do seu site em Leads.

Ou seja, elas possuem papel fundamental para que os visitantes da sua página avancem no funil de vendas, tanto de serviços quanto de produtos convencendo-os de que realmente precisam daquilo que está sendo oferecido.

Funil de vendas — imagem retirada daqui.

O que são Leads?

Um lead é uma pessoa que tem interesse real nos produtos ou serviços da sua empresa, ele não deve ser confundido com visitante.

Visitante é qualquer pessoa que entra na sua página e ele não necessariamente terá interesse em comprar o que está sendo oferencendo ali. Isso pode acontecer por diversos motivos:

  • o produto ou serviço não parece que irá suprir todas as necessidades dele;
  • o conteúdo da página não foi suficiente para convence-lo;
  • apenas está curioso para saber o que é.

Esse visitante pode gerar um lead, mas para isso, a página precisa ser bem estrutura e realmente ter poder de convencimento para aumentar os resultados da empresa.

Estrutura de uma landing page

Para construir uma landing page de sucesso é preciso lembrar do processo de conversão. No mundo digital o mais comum utilizado é o AIDA (atenção, interesse, desejo e ação). Note que esse processo se encaixa direitinho no funil de compras que vimos agorinha mesmo.

Processo de conversão — imagem retirada daqui.

Ou seja, a página deve conter uma estrutura que conduza seus visitantes de modo “natural” por essas etapas, veja mais detalhes:

Atenção

Deve ser a primeira área da lading page. Nela o objetivo é chamar atenção e deixar o usuário interessado em conhecer mais sobre o produto ou serviço. Isso pode ser feito através de uma frase que destaque a vantagem mais “incríveis”, ela pode ser acompanhada de uma imagem, um subtítulo e um botão de ação “saiba mais”.

Para que você consiga visualizar melhor, vou colocar partes de uma landing page real, olha só:

Print daqui.

Interesse

Depois que o usuário achou a oferta “incrível” ele vai querer conhecer os detalhes para ter certeza de que ao adquirir o que está sendo oferecido, terá todos os seus problemas resolvidos. Então essa área deve conter o descritivo da oferta, usando textos e bullet points que destaquem os benefícios do produto ou serviço.

Print daqui.

Desejo

Neste momento o usuário já está convencido de que precisa do produto ou serviço, mas precisa ter certeza se ele é confiável. Ou seja, é a oportunidade de falar sobre a empresa com números estatísticos, parceiros, clientes já atendidos, política de privacidade, etc.

Print daqui.

Ação

Se tudo o que foi apresentado até aqui pareceu vatanjoso ao usuário, inevitavelmente ele irá clicar no botão de compra e você irá atingir seu objetivo, mas tenha cuidado com o que irá acontecer depois:

  • se a landing page for sobre um serviço pense que o quanto antes você pegar o e-mail dele, mais chances de tê-lo como cliente. Então, a melhor saída pode ser levá-lo a um cadastro simples;
  • mas, se a lading page for sobre um produto, a melhor saída poder ser levá-lo para a página de compra.
Print daqui.

Dicas

  • evite jargões de venda;
  • foque nos benefícios e não nas funcionalidades;
  • detaque palavras-cheve com negritos, sublinhados e cores;
  • seja objetivo;
  • insira conteúdos multimídia que chamem atenção (imagens, vídeos, etc.);
  • coloque depoimentos de clientes que já utilizam o produto ou serviço;
  • insira botões de compartilhamento;
  • depois da conversão, agradeça.

Precisa de alguém para te ajudar na construção do seu site? Nós, da SkillsWeb, podemos te ajudar nisso. Entre em contato para conversarmos.

Até logo!