Por que criar/utilizar uma metodologia?

Se você ainda não parou para pensar em processos, reserve um tempinho exclusivamente para isso, tenho certeza que a sua vida passará a ser mais organizada.
Reprodução

Sou formada em Design a 8 anos e neste tempo vi muitas coisas evoluírem nessa área. Tanto em quesito ferramentas quanto em processo.

Quando comecei, as pessoas gostavam mais de serem vistas como “criativas” do que como “projetistas”. Lembro que na minha faculdade alguns colegas reclamavam que tinhamos muitas matérias que ensinavam processos, ferramentas, teorias, etc. e poucas que ensivam ferramentas.

Acredito que essa galera se preocupava mais em ser os fodões do Photoshop do que em realmente construir algo para resolver os problemas dos usuários. Eu sempre acabei sendo contrária a isso, não me preocupava em aprender ferramentas, o que eu queria mesmo era entender que caminho deveria seguir para encontrar a melhor solução.

Foi então que resolvi focar minha carreira em Design de Interação, a parte do Design que mais está ligada a processos, metodologias, planejamento... e com isso, comecei a me sentir mais realizada profissionalmente.

Quando comecei a ter clientes pela pela Skills Web eu queria ter um diferencial, não queria apenas dizer o valor e o prazo que levaria para que o site ficasse pronto, queria mostrar o valor que o nosso trabalho deveria receber e, para isso, passei a inserir nos meus orçamentos um descritivo do processo que seria realizado. O retorno foi imediato, os clientes começaram a achar o nosso trabalho mais profissional e conseguimos projetos bacanas por causa de uma coisa simples, mas que fazia eles entenderem o porquê precisam de um especialista e não de um “sobrinho” só para pagar menos.

Como deve ser o processo?

Ao longo desses anos ouvi muitos Designers contrários a processos, dizendo que eles bloqueavam sua criatividade e esses eram exatamente os profissionais que mais atrasavam entregas e as vezes até mudavam tudo o que havia sido planejado.

Isso acontece porque nós, Designers, vivemos cercados de ideias malucas que surgem a qualquer momento (no banho, no carro, dormindo, etc.), mas o que as pessoas não percebem é que tudo tem um processo. Afinal, nada é criado do zero, para tudo o que fazemos na vida existe um momento de investigação, ideação e construção, mesmo para essas ideias malucas. Ou você acha que ideias surgem do além? Você nunca lembrou de nenhuma referência na hora de ter um insight?

Hoje existem diversas metodologias criadas, com lados bons e ruins, mas que auxiliam muito bem o dia a dia e que não precisam ser seguidas a risca para que uma equipe alcance o sucesso. Na verdade o segredo está em adaptar, ou seja,em criar um processo próprio baseado em aprendizados pois cada pessoa, ou até mesmo projeto, possuí um formato próprio de trabalhar e as metodologias estão aí para auxiliar e não para ditar regras imutáveis.

Veja alguns exemplos que achei digitando “Design Process” no Google:

Retirado daqui
Retirado daqui
Retirado daqui
Retirado daqui

Fiz questão de não pegar nada famoso só para que você perceba a diversidade de variações que um processo pode ter.

Na hora criar o seu lembre-se de:

  • dividir em pelo menos 3 fases. Como comentei anteriormente, todo projeto tem seus momentos de investigação, ideação e construção;
  • descrever cada uma dessas fases de modo a deixar bem claro que tipo de entrega seu cliente pode esperar;
  • definir quais serão as atividades de cada fase, ferramentas a serem utilizadas e tipo de entregáveis;
  • criar um plano de comunicação entre você e seu cliente
  • identificar momentos-chave para envolver outros profissionais que possam validar suas definições, mapear necessidades e aprovar.

Vantagens

As principais vantagens de um processo de Design bem definido são:

  • alinhamento de expectativas permitindo que o cliente entenda quais são atividades necessárias para se chegar até a solução desejada;
  • permite maior visibilidade de momentos importantes para envolver profissionais de outras áreas;
  • possibilita maior foco em partes estratégicas;
  • agrega valor ao projeto;
  • todos os envolvidos no projeto têm a oportunidade de acompanhar o trabalho do Designer e colaborar.

Se você ainda não parou para pensar em processos, reserve um tempinho exclusivamente para isso, tenho certeza que a sua vida passará a ser mais organizada. E, se você já tem experiência com isso, conta pra mim aqui nos comentários sua opinião.