Humanos e o bem estar na sociedade

Por que vivemos em sociedade? O que faz uma pessoa feliz na sociedade?

Vivemos em sociedade pelo simples fato de que viver nela torna a vida mais fácil. A sociedade impõe regras, que quando não seguidas punem.

Graças a essas regras, temos estabelecido o estado constituinte, bem como todo o aparato de leis que garantem a sustentabilidade e governança da sociedade.

Mas e a felicidade?

Segundo Freud em Psicologia das massas, para que possamos nos sentir bem em uma sociedade, ela necessita atender ao menos 3 características subjetivas fixas, e elas são:

Segurança- toda sociedade tem que ser segura para com seus membros. Afinal, segurança é um dos itens que tangem a causa de existência de uma sociedade. Quase todos que procuram um grupo, o fazem por medo ou por se sentirem inseguro, e para isso abrem não de viver a vida da liberdade, se submetem à regras e ao coletivo em nome de um local seguro.

Beleza — nós humanos procuramos humanizar as coisas para que possamos valora las. Tornar algo mais belo para um indivíduo pode ser permitir a identificação do indivíduo com algo. Se ver no objeto. 
O fato de colocarmos flores em nossas varandas diz respeito à trazermos para nossa casa algo que deixamos para traz e que faz parte de nós. Buscando a beleza subjetiva e transformando locais vazios em locais humanos, com sentido, belos. Portanto quanto humanizado, quanto mais subjetivo o ambiente, mais belo ele será aos olhos humano.

Higiene — ambiente higienizado não quer dizer sempre um ambiente limpo, mas também Organizado, controlado, silencioso, tranquilo, pouco povoado, e etc. Nos humanos não somos habituados ao caos. Ambientes não higiênicos remetem ao stress, ao perigo momentâneo, a angústia do incerto.

Em suma, o bem estar social pode estar resumido nas 3 características: segurança, beleza e higiene. E, assim, diante do bem estar social pode estar a felicidade e a harmonia não somente de uma vida, mas de toda sociedade.

Like what you read? Give Palhaço Diógenes a round of applause.

From a quick cheer to a standing ovation, clap to show how much you enjoyed this story.