Fonte: aqui

porque parei de usar o recurso de status de relacionamento no Facebook

tradução e adaptação do texto “Facebook Relationship Statuses” do Relationship Anarchy


Quando você pratica relacionamentos não tradicionais, não é incomum notar como o mundo ao seu redor está focado na entidade toda-poderosa do casal. Você constantemente se depara com estruturas sociais que reforçam que dois é o número mágico.

De coisas aparentemente inócuas, como ofertas de pacotes de férias para casais ou convites estendidos para você +1. Ou enormes, como não poder levar pessoas importantes para conhecer sua família ou colocá-los como beneficiários no trabalho.

Crescendo em uma cultura centrada em casais, eu assumi que não havia nada que eu pudesse fazer. Mas ultimamente tenho aprendido a me posicionar de pequenas maneiras.

Comecei a questionar essas normas, olhando onde elas existem, perguntando o que elas significam na minha vida. Comecei a desafiar os defaults, os pressupostos, as estruturas. Eu examinei os lugares onde as hierarquias são socialmente impostas.

Eu ainda estou fazendo isso. Quando me deparo com alguma coisa, vejo se há mudanças que posso fazer. Se não houver, eu falo com as pessoas ao meu redor sobre como isso faz eu me sentir.

Podemos desmantelar estereótipos heteronormativos em uma noite? Não.
Podemos desvincular nossos perfis do OKCupid para que não posicione um relacionamento acima do outro? Sim.

É um processo muito em andamento e não consigo imaginar que tenha terminado.

Isso me leva a um espaço desafiador: o Facebook. Uma coisa sobre o Facebook que me afastou por um longo tempo é a configuração do status de relacionamento. O que surge desse status é um monte de suposições feitas pelas pessoas que o veem.

Essas suposições aparecem com frequência nos comentários, em memórias compartilhadas, em aniversários celebrados. Todas as coisas que reforçaram o número mágico dois.

É claro que você pode colocar “Relacionamento Aberto”, e tenho certeza que em breve, se ainda não estiver, você poderá vincular mais de um perfil¹.

Outra opção é dizer “Relacionamento Aberto” e deixar o outro nome em branco, o que poderia dizer “Estou em relacionamentos com um número não especificado de pessoas”. Isso é o que eu fiz por um tempo.

Então comecei a me perguntar: que mensagem isso passa? O ponto é parecer que, pelo menos, eu não sou solteira? Ser solteiro é incrível, não importa se as pessoas pensam que eu estou solteira ou não.

Será que meus amigos da internet sabem que eu tenho pessoas importantes²? Se eles me conhecem, eles já sabem disso.

Para mim, independentemente das mudanças que o Facebook faz, o status do relacionamento está se apegando a uma norma monogâmica da qual eu não quero mais participar.

Não importa o que você defina em seu status, alguém sempre será deixado de fora. Quem você inclui? A pessoa A é a que eu estou atualmente conectada profundamente em um nível emocional, mas a pessoa B é com quem eu estou passando a maior parte do tempo. Então há a Pessoa C, por quem eu sou louca, mas não dormimos juntos.

Uma vez que eu não compartilho com a ideia que o sexo faz um relacionamento mais importante do que outro, isso não influencia quem são minhas pessoas importantes. Além disso, as relações na minha vida estão sempre mudando, e o que elas significam para mim também está mudando.

Se eu vincular alguém ao meu perfil, então, alguns meses depois, percebo que não estou vendo-o com muita frequência, posso tirá-lo?

Mesmo se eu apontasse no status cinco, vinte, cinquenta pessoas, alguém poderia se sentir excluído. Onde isso irá parar? Hoje, assim que indico alguém no status, estou separando-o de todos os outros.

A conclusão que eu cheguei com tudo isso: eu parei com todos os status de relacionamento. Eu não me importo se as pessoas do Facebook sabem alguma coisa sobre meus relacionamentos, sobre quem é importante para mim.

Eu me preocupo com o fato das minhas pessoas importantes saberem o que elas significam para mim e eu tenho maneiras muito melhores de mostrar a elas o quanto eu as amo do que conectando os nossos perfis.


notas de tradução:

¹ continua não sendo disponível essa opção de associar vários perfis ao mesmo status de relacionamento no Facebook.

² dentro do ‘dicionário’ de relações livres e/ou anárquicas, os termos ‘pessoa importante’ (important people) ou ‘outro significante’ (significant other) são utilizadas a fim de identificar aqueles que fazem parte do círculo romântico / afetivo / sexual de alguém, porém sem hierarquizar as relações e mantendo uma linguagem neutra para sexo / gênero.



obrigada a quem leu até o fim ❤

deixe de 1 até 50 claps — essas palminhas do Medium, que não são curtidas — para expressar o quanto você gostou. quanto mais claps, mais eu sei que você curtiu o texto :)

ah, e não deixe de seguir as novidades!

📖 Medium

🐦 Twitter

❤️ Sororidade Não Mono

🖱️ Facebook