Ela partiu

Hahaha foda-se. Eu nunca quis ela por perto. Nunca valeu a pena. Sempre foi só dor, só desgosto, só mágoa e só traição. Eu fiz tudo por ela e ela retribuiu com outro na cama. Eu mudei o mundo pra ela, ela era a coisa mais linda que vi na vida. E ela fez isso comigo.

Ah, vai se foder, eu não merecia isso. Eu fiz tudo, eu me abri. Eu mudei minha vida pra ela poder ficar confortável.

Eu só me fodo. Essa porra de cerveja ainda é cara, R$7,50 o litro, se foder. Ela saiu de casa e não tem nem cerveja gelada na geladeira.

Nem a porra da casa tem mais, a casa era dela, eu que saí. Até sem casa eu tô por culpa dela.

Eu só me fodo. Vá se foder. Desce outro litrão aqui, Joana e me dá duas fichas de sinuca. É um real cada, né?

Aumenta essa porra de som, aí.

"…pra ir embora, estou vendo a hora de te perder, me dê motivos, vai ser agora, estou indo embora, o que fazer? estou indo embora, não tem sentido…"

Esse cara era foda, morreu de trouxa, certeza que foi mulher que deu desgosto e bebeu até morrer.

Por que ela fez isso comigo, cara? Vá se lascar. Eu não merecia.

Joana, traz outra, que hoje eu só saio daqui amanhã.

Não da pra confiar nesse bicho chamado mulher, só serve pra arregaçar o coração da gente, cara. Como é que pode tanta maldade num ser humano só?

Eu nunca levei amante pra dentro de casa, sempre fui no Perfume, lá ao menos os lençóis são limpos, bom preço lá, até. Tem dia que tem até café-da-manhã.

Agora ela fazer isso comigo, como é que pode? Não me conformo. Ela mentiu pra mim, nunca fiz isso com ela.

Vou embora dessa porra, fecha essa merda aí, Joana.

Alô, Marisa, me encontra no Perfume em 30 minutos? Leva aquela blusa que deixei na sua casa. Não, não, ela não vai desconfiar não.

Eu dava tudo pra ter essa mulher de volta, macho. Eu nunca errei, mas se eu errei não foi de propósito, até pedir desculpa sem ter culpa eu pedia.

Joana, pendura aí, amanhã depois do trabalho eu pago.

Sempre fui honesto, sou pai de família, de duas famílias, quase nunca atraso as pensões. Agora ela, não, acha que porque me banca em casa tem o direito de se livrar de mim assim. Tudo errado nessa porra.

Pendura isso aí, Joana, eu tô aqui toda noite, quebra essa pra mim.

Tá, porra, toma logo o dinheiro. Nunca mais volto aqui de novo.

Seu táxi, pro Perfume, rápido.

Like what you read? Give Iago Macedo a round of applause.

From a quick cheer to a standing ovation, clap to show how much you enjoyed this story.