3min para resumir 54h

Um guia rápido para seu pitch final no Startup Weekend


É comum que os participantes do Startup Weekend se questionem sobre como fazer e apresentar seus pitches no Domingo do evento.

Nota: Este post é uma tradução adaptada sobre a opinião pessoal do Nick Stevens (http://bit.ly/apresentacao101), tks Nick ☺. Estas opiniões podem não refletir exatamente as suas necessidades, mas podem ajudar na construção organizada do seu pitch.

Em muitos eventos você tem entre 3 e 5 minutos para fazer sua apresentação. Estas apresentações estão sempre sujeitas à questionamenos de juízes, você deve estar pronto para dar as respostas apropriadas.

Não há um formato fixo para criar e apresentar seu produto e o negócio associado no pitch final. Você pode utilizar slides, ou não, pode demonstrar o produto, ou não, cantar e dançar, ou não. Esperamos que não!

Este é um guia prático com alguns tipos de coisas que podem ajudá-lo na criação e apresentação do seu pitch no tempo certo.

Vamos começar pelo começo!
Viu o que eu fiz aqui?

Como existe uma chance real de que o seu primeiro slide seja exibido antes da equipe anterior ter respondido as perguntas dos jurados, por favor, por favor, certifique-se de que este primeiro slide seja totalmente minimalista. Isto causa dois efeitos, o primeiro é simplesmente o de não distrair o público, segundo, não explode sua única chance de causar uma grande primeira impressão — o que deve acontecer quando você estiver no palco:

Mantenha o seu primeiro Slide limpo

A próxima coisa que você deve fazer é remeter aos critérios de julgamento nos quais você será avaliado. Certifique-se de entender os critérios e apresentar respostas para as perguntas que os juízes poderão fazer ao perceber que você entrou, ou não, nestes critérios.


Agora é a hora de construir a sua apresentação. Que é o mais importante!


Construa a sua história. Contar histórias é um dos mais eficientes métodos de comunicação. Escolha os pontos mais importantes que você deseja falar, coloque-os em ordem e construa uma história.

Além de tornar sua apresentação convincente, uma história pode ajudar o apresentador em: (a) Dar um tom impressionante, (b) Saber quais são os passos seguintes; construa um storytelling, use-o mesmo que tropece em algumas palavras.

Lembre-se: Todo história tem um começo, um meio e um fim
Lembre-se: Toda história tem um COMEÇO, um MEIO e um FIM!

Mas, o que deve-se falar nesta história?

Esta é uma questão bem particular, como você irá se comunicar? O que você acha que as pessoas querem saber e ouvir? Pessoalmente, recomendo que se fale sobre os tópicos abaixo:

Segue uma explicação mais detalhada:

O problema: Se você não entender o problema que se propõe a resolver, estará automaticamente condenado. Esta é a chave para tudo que você está trabalhando. Se puder mostre o problema, que é a forma mais poderosa de garantir o entendimento. Se você não puder mostrar, conte uma pequena história, sobre pessoas com o problema. Se não puder contar uma história, dê uma declaração do problema.

Qual o problema amigo?

Introdução à solução: Um apresentador animado, anima quem o assiste. Convença-os e não os aborreça com um turbilhão de informações técnicas, ainda.

Convença-me!

A Solução: Este é o momento perfeito para dar uma demonstração do que foi construído pelo time no final de semana. Não conte com o wifi! Um vídeo demonstrativo é algo bom, desde que você possa mostrar aos juizes que sua soluçao realmente funciona durante as perguntas.

Não conseguiu terminar a construção de alguma coisa? Mostre o que foi feito e ainda está em construção. Não construiu nada? Mostre o que foi feito então.

Faça-me querer, agora!

Esteja avisado — os juízes estão acostumados a ver os slides de apresentações muito bonitas, eles vão perceber rapidamente se você estiver blefando, por isso, este é um bom momento para ser honesto. Se você não construiu o que esperava, mostre o quanto validou com o cliente que foi entrevistado.

Marketing: Você entendeu o problema, construiu uma possível solução, identificou o mercado-alvo? Como você está caminhando para obter uma solução para estas pessoas?

Qual o seu plano inteligente?

Concorrência:Você tem concorrentes, então diga quem são e por que você é melhor. Faça um bom benchmarking!

Concorrência é uma coisa boa!

Onde está o dinheiro: R$ 1 para cada 1% do mercado não é uma estratégia. Quanto dinheiro é preciso? Como conseguir isso? Quando é possível gerar algum lucro?

Show me the money!

Suas conquistas: O que foi realizado neste fim de semana, como foi o posicionamento da equipe, o que foi aprendido? Qual é o próximo?

Você fez alguma coisa, sim?

A conclusão: Os juízes vão ver várias apresentações — certifique-se que eles se lembrarão da sua (e pelas razões certas!).

o BOOM!

E, finalmente, a equipe. Isto é um pouco controverso — na vida fora do Startup Weekend, deve-se conversar sobre a equipe em primeiro lugar.Algumas pessoas vão dizer para seguir como no Startup Weekend, bem como, eles são a coisa mais valiosa que você construiu neste fim de semana.

Então, por que apresentá-lo no final? Simples — se você não é um apresentador experiente, perder a metade do seu tempo falando sobre a equipe é uma possibilidade real e, em seguida, fazer um ótimo trabalho de estragar a parte sobre o que foi construído durante o fim de semana.

Obviamente, se você tentar construir a sua apresentação exatamente neste formato, tudo vai parecer um pouco bobo. O que recomendo é, como qualquer outro conselho de mentor, que se tome isso como um guia para fazer o que parece certo, de acordo com a sua situação.

Alguns princípios básicos que se precisa definitivamente tomar nota:

Menos slides é sempre melhor. Fontes maiores significam menos palavras, o que é ainda melhor. Belas imagens significa sem palavras, o que é incrível. Conheça o seu material, e não leia-os. Nunca vire as costas para o público. Se divirta!

Seja incrível!