Os pontos positivos e negativos do vídeo “Crying in the Club” da Camila Cabello

Camila Cabello deu o “pontapé inicial” para sua carreira como artista solo quando ainda estava na Fifth Harmony, mas só agora resolveu realmente se aventurar sozinha.

Neste fim de semana, a cantora cubana divulgou o videoclipe do seu primeiro single e ele anda veio com uma surpresa: tem a canção inédita “I Have Questions” como introdução!

O vídeo (assim como a canção) possui pontos positivos e negativos que devem ser ressaltados.

Um dos grandes acertos foi a opção por fugir do óbvio, tanto no vídeo quanto na própria música. Camila poderia ter choramingado pelo fim de seu relacionamento com as ex-colegas de trabalho, mas ao invés disso resolveu ser dramática na pista de dança como uma jovem Jennifer Lopez.

Por outro lado, vamos combinar que ela poderia ter investido mais na produção, que soa como um híbrido de Sia e Christina Aguilera (nem preciso citar as músicas). O clipe infelizmente caiu nas mãos de Emil Nava, que o fez parecer amador e mal editado. Para cada “This is What You Came For” e “My Way”, ele tem uma “On My Mind”.

One clap, two clap, three clap, forty?

By clapping more or less, you can signal to us which stories really stand out.