Talent Acquisition e Employer Brand em números:

18 estatísticas que vão fazer você querer investir em Employer Brand na sua empresa ;-)

A aquisição de talentos tem sido uma tarefa cada vez mais árdua para os recrutadores. Inovar nos processos de recrutamento e seleção para sair da “mesmice” e conseguir comunicar de forma clara e contundente o Employer Branding da sua empresa para os candidatos tem sido um diferencial que faz com que algumas empresas obtenham muito mais sucesso nessa tarefa. Se você ainda tem alguma dúvida sobre sobre o conceito do Employer Branding (EB) dê uma olhadinha nesse texto aqui para ter uma explicação mais detalhada desse tema.

Aqui eu vou falar um pouco mais de números, que são as melhores formas de você validar se alguma estratégia está realmente surtindo efeito nos resultados da sua empresa. Com outras palavras, se isso funciona mesmo! Os últimos estudos sobre recrutamento tem demonstrado, cada vez mais, como o EB pode ajudar no processo de atração, seleção e contratação de novos talentos para sua empresa.

Essas 18 estatísticas que vou apresentar a seguir foram tiradas de estudos e publicações de grandes empresas mundiais do setor como Linkedin, Glassdoor, CareerArc, Randstad, entre outras, e mostram o quanto é importante, atualmente, investir em EB para se diferenciar nessa hora.

Employer Branding é muito visado, porém ainda falta uma estratégia clara para as empresas:

Quando olhamos sob a ótica da empresa, apesar de 56% dos recrutadores acharem que EB é uma das principais prioridades na estratégia da empresa, apenas 57% dizem que possuem uma estratégia de EB clara dentro da empresa que trabalham atualmente, segundo pesquisas do LinkedIn e CareerArc. Analisando o que os candidatos pensam a respeito, podemos ver que há uma real importância a respeito desse tema. Segundo a CareerArc, 75% dos candidatos consideram o EB das empresas antes de aplicar para uma vaga de emprego. Podemos perceber que boa parte dos candidatos no mercado levam em consideração saber sobre a empresa antes de aplicar para alguma vaga. No entando, um pouco mais da metade dos recrutadores afirmaram que possuem estratégias de EB para atrair os talentos.

Impacto do Employer Branding no processo de atração, recrutamento e retenção de talentos:

O trabalho de recrutadores para encontrar e atrair talentos tem sido cada vez mais difícil, ainda mais com o advento das redes sociais onde fica cada vez mais fácil achar informações a respeito de uma empresa (tanto positiva quanto negativa!!!). Segundo o LinkedIn, empresas com uma forte estratégia de EB conseguem duas vezes mais aplicações por vaga e a chance de seus recrutadores receberem respostas dos candidatos que eles contatam é duas vezes (2x!!) maior se comparada as outras empresas. Com mais candidatos e mais respostas fica fácil de perceber que a chance de encontrar os melhores talentos aumenta muito! Além de conseguir encontrar, atrair e recrutar com mais eficiência, o EB também ajuda a reduzir o turnover nos primeiros seis meses em até 40%.

Como as redes sociais afetam a confiança dos candidatos:

As redes sociais estão totalmente presentes na vida de todos, fazendo com que as pessoas estejam sempre conectadas e absorvendo informações o tempo todo. Com isso, as empresas se tornaram obrigadas a ser cada vez mais transparentes. As pessoas deixaram de acreditar no que a empresa diz em anúncios de vaga e passaram a confiar muito mais no que os empregados dizem sobre a companhia. No último ano, 76% dos candidatos viram o perfil da empresa no LinkedIn 6 meses antes de aplicar para uma vaga e 62% dos candidatos visitam redes sociais para avaliar o EB da empresa. Dos empregados, 74% disseram usar perfis pessoais e profissionais para promover o EB de sua empresa quando este é bem definido. Analisando as empresas o resultado é expressivo, 76% delas comunicam seu EB através de suas redes sociais (se você é um dos 24% restantes eu sugiro ficar atento!!). A tendência desse número é aumentar ainda mais com o surgimento de novas plataformas e canais de comunicação que ajudam as empresas a estar ainda mais perto dos talentos.

Impacto de uma má e de uma boa reputação na aquisição de talentos:

Depois de ver os dados sobre as redes sociais fica fácil imaginar o que acontece com uma má reputação de suas empresas, não é? Ter avaliações negativas de uma empresa faz com que a grande maioria dos candidatos nem cogitem trabalhar lá. 69% não aceitariam trabalhar em uma empresa com má reputação, mesmo estando desempregados. Fazer uma má escolha na hora da contratação também custa caro para a empresa, e eu não estou falando de custos de treinamento e rescisão contratual. Segundo os empregados analisados, mais de 1/3 das pessoas que foram desligadas de uma empresa deixaram uma revisão negativa do seu antigo empregador. Por outro lado, uma empresa com boa reputação possuem uma grande vantagem nesse mercado, mesmo com aquelas que já estão empregadas! 84% consideram sair do seu emprego atual se for oferecido algum trabalho em uma companhia com uma excelente reputação no mercado. Dá pra perceber que quem consegue ter uma boa estratégia e comunicação do EB sai muitoooooo na frente dos outros.

Resultados na gestão da empresa:

Se analisarmos os resultados operacionais que um EB bem executado traz, os dados são excelentes. Um EB bem executado pode reduzir 43% do custo de contratação, decorrente da redução em custos de treinamentos, processos de recrutamento e seleção e rescisões contratuais de possíveis pessoas que não possuem a cultura da sua empresa. Isso não quer dizer que elas são ruins, apenas não se adequam ao modo que a sua empresa opera. Além disso, essa redução de custos junto com a melhora operacional, ajuda a aumentar o preço das ações em 36%.

Falta de suporte e de ferramentas para executar programas de Employer Branding:

Mas por que algumas empresas ainda tem dificuldade no para atrair e recrutar talentos? Apesar de todos os números a favor de estratégias de EB, apenas 37% das empresas atualmente possuem um programa que encoraja os empregados a promoverem o EB. Quando olhamos o suporte e ferramental disponibilizado pelas empresas percebemos que ainda poucas investem nesse tipo de estrutura. 40% falam que não possuem nenhum suporte interno para executarem tais iniciativas e praticamente metade dos respondentes (49%) afirmam que não possuem as ferramentas necessárias para efetivamente aumentar o EB da empresa. Fica claro que muitas empresas ainda tem que melhorar!

São indiscutíveis os benefícios que o EB podem trazer à sua empresa tanto para encontrar e atrair talentos quanto para reter as melhores pessoas na empresa e conseguir comunicar para todos os colaboradores. Atualmente há uma necessidade latente de inovar e o EB pode ser o diferencial para alcançar os resultados que sua empresa busca. Se quiser saber mais um pouco dos relatórios e pesquisas e sabe como a TalentBrand pode ajudar a sua empresa a comunicar seu EB no próximo processo de recrutamento e seleção =)

One clap, two clap, three clap, forty?

By clapping more or less, you can signal to us which stories really stand out.