Tenho 100 mil fãs no Facebook, por que só consigo atingir 500 deles?

Eden Wiedemann
Dec 14, 2017 · 4 min read

Ao ler esse título, só duas reações são possíveis, escolha a sua:

a) Puxa, isso é verdade, acontece comigo!
b) Puxa, queria eu ter 100 mil fãs!

Deixa eu começar com uma informação importante para quem escolheu a opção b: ter 100 mil fãs no Facebook não significa absolutamente nada. Hoje, comprar fãs é jogar dinheiro fora. No fim das contas, você irá voltar aqui e escolher a opção a. E isso, amigo, tem relação direta com o porquê de não conseguirmos alcance nas redes sociais.

Talvez você esteja esperando uma resposta super técnica e bem complexa, mas a verdade, a causa disso, é bem mais simples do que imagina.

O seu alcance orgânico — sua capacidade de fazer seu conteúdo atingir seu target sem que invista em mídia — é quase inexistente porque o Facebook e as outras redes sociais precisam apresentar lucros vultosos para agradar seus investidores. Confuso? As redes ganham dinheiro com mídia (ao menos, a princípio) e reduzir o alcance orgânico de marcas, empresas e produtores de conteúdo que dependem da audiência deles pra viver é a melhor forma de vender mídia. Se você quer falar com A, pague. Se quer falar com B, pague. Se quer falar com seu fã, pague — e não importa se ele se tornou seu fã achando que receberia seu conteúdo. E vai piorar cada vez mais, afinal, vender audiência para quem precisa e não tem é como vender água no deserto. A tendência é que o alcance orgânico — que, hoje, é menor que 2% no Facebook — desapareça por completo. Ou seja, de que adianta você comprar fãs se terá que pagar para seu conteúdo chegar até eles? Qual o sentido disso?

Você vai ter que gastar com mídia, não há opção.

Ou não havia.

Criamos o Talkative pensando em mudar esse cenário. Se você tem uma quantidade X de pessoas que QUEREM consumir seu conteúdo, por que você teria que pagar por mídia para isso? Vamos pegar um exemplo pra ficar mais fácil de entender.

Você tem uma banda. Uma banda bacana, que toca um brega rock (tem quem goste) legal e que já conseguiu estabelecer uma base considerável de fãs, tendo inclusive fã clubes que fazem questão de saber tudo que vocês fazem, de interagir e participar. Você usa sua página do Facebook pra falar com eles, mas sabe que apenas uma parcela mínima vê o que você publica, apesar de ter certeza de que, se mais gente visse, mais gente iria interagir com tudo que você posta ali. Mas, de saco cheio dessa situação, você entra nesse link e cria sua rede no Talkative. Criada a rede, você comunica seus fã clubes, fãs, família e amigos. Eles baixam o aplicativo e passam a fazer parte de sua rede. Agora, TUDO que você publicar chegará até eles. 100% do conteúdo será entregue. E você ainda poderá escolher quem vai receber o quê. Pode publicar algo só pros fã clubes. Ou algo só pra determinado fã clube. Algo só pra quem é daquela cidade. Ou de determinada idade. Legal, né? 100% de entrega? Mas melhora.

Se essa turma gosta tanto de tua banda, será que elas não ajudariam na divulgação? Será que não querem ver você fazendo ainda mais sucesso?

Com o Talkative, você pode sugerir ações pra eles. Você fez um post importante no Facebook? Pode, em uma ação, pedir que a turma compartilhe esse post na rede deles. Eles vão receber um push ou irão ver essa solicitação na timeline e, com apenas um clique, irão compartilhar seu conteúdo com os amigos. Quer likes em uma foto no Instagram? Cria uma ação. Quer RTs em um tweet? Cria uma ação. Quer que assistam um vídeo? Baixem uma música? Visitem um site? Compartilhem um flyer pelo WhatsApp? Crie uma ação e pronto: sua audiência vai poder se engajar nisso, ajudar tudo que é relevante pra sua banda chegar muito mais longe.

E sabe o que é ainda melhor? Toda ação que eles realizam gera pontos e, assim, você não apenas pode saber quem são os mais engajados, mas também reconhecer o esforço deles. Entradas de graça pra shows, camisas, DVDs autografados, jantar com a banda e outras coisas podem ser prêmios muito legais para quem atingir determinado número de pontos ou ficar em determinado lugar no ranking dos mais engajados, de quem mais ajudou a banda.

"Mas eu não tenho uma banda!". Troque banda por empresa, troque fãs por colaboradores, trade, microinfluenciadores ou consumidores... o resultado é o mesmo. Você vai entregar seu conteúdo para 100% de sua base e ainda poder ativá-la para ganhar mais visibilidade nas redes. Seu negócio vai poder usar o alcance, credibilidade e capacidade de conversão de toda essa rede que você montou em benefício da sua comunicação. E, acredite ou não, gastando menos do que gastaria com mídia.

Agora que você já sabe que há opção, o que acha de vir pro Talkative?

Talkative

Você no controle

Eden Wiedemann

Written by

Talkative

Talkative

Você no controle

Welcome to a place where words matter. On Medium, smart voices and original ideas take center stage - with no ads in sight. Watch
Follow all the topics you care about, and we’ll deliver the best stories for you to your homepage and inbox. Explore
Get unlimited access to the best stories on Medium — and support writers while you’re at it. Just $5/month. Upgrade