Revista Tamarina
Published in

Revista Tamarina

Octógono — Milena Martins Moura

Obra da artista alemã Anna Bu Kliewer

Tancredo foi embora da minha vida sem deixar nenhuma carta. Levou consigo meu Triângulo das Águas e esqueceu de pegar de volta seu Perto do Coração Selvagem antes de cruzar a soleira da minha porta pela última vez.

O bom de Tancredo é que ele nunca deixou de me devolver o que pegava emprestado. E devolvia sempre tudo muito bem-cuidado, sem danos. Os livros sem orelhas, os discos sem arranhões, as meias limpas.

É por isso que prefiro acreditar que, inconscientemente, dei-lhe aquele livro de presente.

Tancredo nunca roubava minhas joias falsas, não levava meu pouco dinheiro da carteira antes de ir embora de manhã. Ele era diferente. Até meu coração teve a possibilidade de roubar. Mas devolveu.

Com um pote de super bonder pra ajudar na recuperação.

Faz dez anos que não o vejo. Ou faz dez anos que o conheci, o que dá na mesma.

Dizem que ele foi pra São Paulo, gravar um disco. Eu acho que ele dobrou a esquina e caiu da página. Acho também que esse é um indubitável motivo pra que eu sofra pela ausência de Tancredo todo fim de ano, aniversário e finados. Ele podia pelo menos ter me flagrado com o Álvaro antes de sumir, o filho da puta. O que seria uma justificativa no mínimo plausível.

***

Emanuel tinha os cabelos enrolados e tocava violão. Gostava de exibir a barba, que pintou cedo. Éramos dois adolescentes exibidos pelas ruas de Paraty. Éramos muito babacas.

Ainda lembro com saudades daquele passeio de barco em que ele me empurrou no mar e eu aprendi a nadar só de sacanagem, pra não ter que lhe pedir arrego.

Ele me ensinou mesmo muita coisa.

Aos dezesseis anos, ele tentou me descabaçar. Tinha o pinto tão pequeno que não conseguiu.

***

Fernando estava de cabelos presos, roupa passada e sapatos. Ficou despenteado, sem roupa e descalço. Deve ter sido por isso que nunca mais voltou.

***

Conheci Inácio no túnel entre Triagem e Maracanã. Chovia pra caralho, palavras dele. Não gostei de Inácio.

Ele gostou de mim.

Me encontrou cinco meses depois pela magia do Facebook. Me adicionou. Recusei.

Achou meu e-mail sete meses depois dos cinco meses depois caçando no Google. Me mandou um e-mail que nunca respondi.

Me seguiu no Twitter três meses depois dos sete meses depois dos cinco meses depois. Bloqueei seu acesso e comecei a me emputecer.

***

Hoje eu me matei de trabalhar o dia inteiro, enfrentei um ônibus lotado na ida e outro na volta, aturei meus colegas malas de trabalho e meu chefe babaca metido a engraçadinho, fiz o enorme sacrifício de beber muito café (e eu nem gosto de café) na esperança de alguém já ter feito o trabalho todo enquanto eu ia esticar as pernocas, reclamei bastante da minha vidinha medíocre pela qual a culpa é toda minha.

Entro em casa tentando decidir se vejo a novela ou dou pro vizinho de baixo. Acho que o capítulo de hoje está bom. Ligo a tevê.

⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀

Revisão: Itaércio Porpino.

Perfil de Milena Martins Moura

A revista Tamarina é um espaço acolhedor da literatura brasileira independente, feita no interior do Estado do RN. Em nossa página procuramos incentivar a criação literária em seus vários níveis e nuances, tudo isso para que o desejo de escrever, muitas vezes sufocado pela sociedade em que vivemos, possa encontrar um espaço concreto, onde leitores estarão dispostos a ter novas experiências com a leitura.

APOIE aqui

Leia mais em Edições Anteriores!

Contato

Revista de literatura brasileira contemporânea.

Get the Medium app

A button that says 'Download on the App Store', and if clicked it will lead you to the iOS App store
A button that says 'Get it on, Google Play', and if clicked it will lead you to the Google Play store
Revista Tamarina - Redação

Revista Tamarina - Redação

Este é o perfil editorial da Tamarina. Siga a revista aqui: https://medium.com/tamarina-literaria

More from Medium

I Left my Husband for London

James E. Spikes: WWII Army Engineer Completes Ledo Road

Kibo Eclipse Review | Is The Kibo Code Legit?

How SEPTIFIX FIXES All Your Septic Tank Issues Saving You A Small Fortune Every Year!