Como a cultura DevOps está revolucionando a forma de desenvolver softwares?

Fernando Teixeira
Jan 14, 2021 · 4 min read

Em um mundo onde as mudanças se tornaram constantes e necessárias, combinar rapidez e qualidade pode ser o grande trunfo para estar sempre à frente de seus concorrentes. Por isso, as empresas estão em uma luta contínua de sempre buscar formas de acelerar o ciclo de desenvolvimento de softwares.

Desenvolver essas aplicações com velocidade sem deixar de lado a qualidade, porém, conseguir conciliar esses dois aspectos fundamentais para o sucesso do produto é um grande desafio. E é nesse momento que uma nova cultura entra, para mudar as práticas antigas de grandes empresas e dar mais agilidade e satisfação aos clientes, esse é o DevOps.

O Wikipedia define DevOps como:

DevOps (um composto resumido de “desenvolvimento” e “operações”) é uma cultura e prática de engenharia de software que visa unificar o desenvolvimento de software (Dev) e a operação de software (Ops). A principal característica do movimento DevOps é defender fortemente a automação e o monitoramento em todas as etapas da construção do software, desde a integração, teste, liberação até implantação e gerenciamento de infraestrutura. O DevOps visa ciclos de desenvolvimento mais curtos, maior frequência de implantação e lançamentos mais confiáveis, em alinhamento próximo com os objetivos de negócios.

O termo DevOps surgiu entre 2007 e 2008, mas foi somente em 2009 na O’Reilly Velocity Conference, quando dois especialistas que trabalhavam na Flickr apresentaram um seminário enfatizando a importância da integração dos times de desenvolvimento e operações para acelerar as entregas de tecnologia que o termo se consolidou.

Segundo seu criador, Patrick Debois:

“DevOps é um método para desenvolvimento de software que enfatiza comunicação, colaboração, automação e uso de métricas.”

As empresas tradicionais para se adaptarem ao mundo de transformações e mudanças constantes, precisam adotar as metodologias ágeis de produção e entrega de software, tornando o DevOps o motor para essa transformação.

As velhas estruturas de desenvolvimento de software, voltada para as equipes isoladas e especializadas somente em um parte do negócio, trabalhando com entregas longas e o cliente vendo o produto somente quando estiver totalmente finalizado, começam a sumir.

Mas, como o DevOps ajuda as empresas?

Vemos que o mercado está demandando atualizações constantes de softwares, o que funciona hoje, amanhã mesmo pode não funcionar mais, às vezes assim que você coloca a produto no mercado, ele já precisa de uma atualização e com isso não há tempo para uma que possa ser ter um estudo detalhado de diversos componentes separados de um programa, sendo assim necessário um método baseado em DevOps para dar mais rapidez a esse processo.

O DevOps padroniza o ambiente de desenvolvimento, e eventos podem ser acompanhados com maior facilidade, assim como o controle de processos documentados e extração de relatórios e documentação das aplicações.

O DevOps e a velocidade no processo

O processo criado através do DevOps possibilita que o desenvolvedor mantenha a sua autonomia, sem que perca o controle geral da aplicação, facilitando a forma de desenvolver, não sendo necessário correções de código linha a linha.

A grande chave é automatizar a maior quantidade possível de processos manuais, onde se perde muito tempo e dinheiro com recursos dedicados a essas atividades, porém não deixando de ter coesão entre esses dois mundos.

  • Gerencie o desenvolvimento de forma mais assertiva;
  • Diminua gaps e bugs;
  • Automatize os processos e melhore o relacionamento das áreas;
  • Habilite a integração e entrega contínua;
  • Diminua consideravelmente o Lead Time;
  • Maior qualidade na entrega;
  • Menor complexidade de gestão;
  • Times mais produtivos;

Mas, sempre tomando cuidado com esses aspectos:

  • Indivíduos e interações mais do que processos e ferramentas;
  • Produto ou serviço funcionando mais que ter documentação abrangente;
  • Colaboração com o cliente mais que negociação de contratos;
  • Responder às mudanças mais que seguir o plano pré-definido.

Dessa forma o desenvolvimento de softwares se torna responsivo a mudanças que sempre irão acontecer, e nessa corrida que estamos vivendo, onde quem consegue colocar o produto na mão do usuário de forma mais rápida conseguindo testar e gerar insights de melhorias saem na frente disparados.

A velocidade que o DevOps nos fornece não só te coloca na frente dos concorrentes, como também fornece mais aprendizado em mutuas aplicações, garantindo mais tempo para fazer o que realmente importa.

Curtiu esse conteúdo? Fique a vontade pra deixar o seu comentário e sugestões de melhoria!

Acesse agora TDX e conheça mais sobre como desafiamos e encorajamos a transformação dos negócios e pessoas.

Para mais conteúdos como esse, siga nossa publicação semanal aqui no Medium.

TDX Oficial

Juntos, rumo ao extraordinário!

TDX Oficial

A TDX vai além: acreditamos que quanto maior a vontade de evoluir, maior a transformação, por isso apoiamos e direcionamos pessoas e negócios, colaborando para colocar soluções inovadoras na prática.

Fernando Teixeira

Written by

Senior Data Product Analyst @TIVIT. Responsible for Customer Engagement and Analytics of WooBase. Learn more at woobase.com.br

TDX Oficial

A TDX vai além: acreditamos que quanto maior a vontade de evoluir, maior a transformação, por isso apoiamos e direcionamos pessoas e negócios, colaborando para colocar soluções inovadoras na prática.