Dieta do Node.js

Hulk Hogan is king. He eats Node.js everyday. Just kidding. Image from http://wrestling-edge.com/photo-hulk-hogan-arriving-raw-jimmy-hart/

Passeando pela comunidade Node.js Brasil, no Facebook, me deparei com uma pergunta que já me fiz no passado:

O que é preciso entender e dominar sobre Node.js para conseguir um emprego?

E usando uma dieta como metáfora, aliada a alguma experiência, o texto que começou despretensiosamente como resposta de post, segue neste artigo:

  • Coma JavaScript com farinha de algoritmo no café da manhã (sintaxe, ES2017, melhores práticas, pitfalls, async/promises). É o básico;
  • Almoce HTTP e Node.js internals (workers, V8, GC, bailout, workers, memória, looping, libuv, o sistema todo). Eis a sustância;
  • Jante processos, threads, testes de integração, unitários, casos de uso, tipos de aplicações que Node.js resolve bem, casos onde não é performático, monitoração, log e tópicos computacionais sobre sistemas distribuídos (comece com aqueles 12 fatores sobre aplicação). Eis o diferencial. Ok, alguns dizem que deveria ser o básico, mas fatos são fatos;
  • Sobremesa: Linux e C++ à vontade.

Observações

Se você é desses que sai de casa sem tomar café, vai tentar resolver tudo com o almoço. Pelo menos o café e o almoço, beleza?

Linux é padrão: é um dos sabores mais conhecidos do mercado. Um pouco de file descriptors, conceitos de daemon, até mesmo saber como visualizar seu processo e os recursos que ele está consumindo (aquele ps basicão, lsof, curl, etc) e entender o Sistema Operacional é sempre bom.

C++ é aquele diferencial, não essencial mas legal. C++ é tipo chocolate: basicão, tá aí desde sempre e quase tudo é feito em cima dele. É bom (não essencial) quando temos uma curiosidade para olhar o código do V8, ver como é feita a libuv, criar uns binds marotos, fazer um dtrace e suas probes, enfim, se der deu. Se não der, sem grilo.

Sobre dietas

Caras: brincadeiras à parte, façam uma boa alimentação. Fatos sobre o café da manhã aqui.

Agradecimentos

A todos que me ajudaram nessa discussão no grupo Node.JS Brasil do Facebook: https://www.facebook.com/groups/nodejsbrasil/permalink/1126284347504851/

Trilha sonora para o tópico

I am the game, you don’t wanna play me
I am control, there’s no way you can change me
I am your debt and you know you can’t pay me
I am your pain and I know you can’t take me

“The game” — Motörhead

Like what you read? Give Jota Feldmann a round of applause.

From a quick cheer to a standing ovation, clap to show how much you enjoyed this story.