Aliciamento infantil na internet

Nos dias de hoje, em meios aos jovens, principalmente adolescentes,crianças, é comum os verem tão imersos ao mundo virtual, as redes sociais, a necessidade de estar sempre conectado, se comunicando com alguém, em busca de suprir muitas vezes uma carência pessoal. Com isso pessoas de má fé usam essa carência dos jovens, a inocência das crianças para manipular, através desses meios, com trocas de mensagens que possam agradar a pessoa, enganando-a, podendo se passar por outro alguém para fazer a cabeça da pessoa, considerada a vítima, para poder ter o que quer.

Muitas vezes esse perigo vem de forma sutil, parecendo ser algo bom, ou alguém que possamos passar a admirar sem realmente conhecer de fato, como mostra no filme Confiar, que conta a história de uma jovem que se deixou enganar por um desconhecido através do meio digital, fazendo a fazer o que ele queria após se conhecerem pessoalmente sendo alguém totalmente diferente do que a jovem achava que era, se aproveitando de sua inocência.

Os meios digitais, as redes sociais são influenciáveis, a ponto dessas pessoas de má fé usarem esse meio para acalcar pessoas, manipulando-as, engando-as, assim fazendo-as acreditarem em algo em vão que nunca existiu, após conseguirem o que querem, ou mesmo antes, podem ocorrer ameaças caso a vítima não obedecer, ou até mesmo pedirem para manter isso em segredo. Como citado antes sobre o filme Confiar, mostra como a jovem ficou após o ocorrido, ao abuso que sofreu, a jovem acreditou em algo em vão, que só depois realmente viu que aquilo que achava que era verdade nunca existiu, e que foi enganada. Uma coisa leva a outra, a influencia de como as pessoas de má fé conseguem ter sobre suas vítimas e assim podendo alterar o psicológico da vítima, atrapalhando-a em suas tarefas diárias, em sua vida. Muitas vezes estragando uma bela infância que pode deixar a criança traumatizada.

Quando se é vítima de tal caso, dessa manipulação, muitas pessoas tem vergonha de admitirem que caíram nessa cilada, ou até mesmo tem medo de denunciar tal coisa, pensando que podem ser procuradas pelo agressor depois. Existem meios para denuncia, ou possivelmente virão a existir meios melhores no mundo digital onde a vítima seria abordada de forma cuidadosa para não deixar vazar informações pessoais podendo denunciar o agressor. Porém existem agressores que são muito experientes podendo não deixar nenhum rastro, sendo bom no que fazem.

Deve-se orientar e alertar crianças, adolescentes, os jovens, as pessoas em gerais em cuidarem com quem falam pela internet, orientar os pais a ficarem atentos aos relacionamentos dos filhos, pois muitas vezes as aparências enganam, até mesmo no mundo virtual, que depois pode estragar um mundo real, uma vida.

Show your support

Clapping shows how much you appreciated Lara Benetti’s story.