Manipulação de memórias

A ideia de manipulação de memórias já é muito antiga, e aparece em filmes desde a década dos anos 80, mas só foi popularizada com o filme “Men In Black” (Homens de Preto).

No filme, os personagens principais lutam contra alienígenas, e para manter a existência deles um segredo, eles usam um aparelho que deleta as memórias das testemunhas e da a chance de implantar novas memórias por sugestão dos agentes.

Essa ideia continua a aparecer por vários filmes, como “Eternal Sunshine of the Spotless Mind” (Brilho Eterno de uma Mente sem Lembranças). Nesse filme um casal de ex-namorados passam por um procedimento para apagar as memórias do relacionamento. A empresa que faz o procedimento até manda cartões para família e conhecidos da pessoa avisando o que foi esquecido.

“Clementine Kryczynski teve Joel Barish apagado de sua memoria. Por favor nunca mais mencione o relacionamento deles de novo.”

A ideia passa a se popularizar novamente com o filme “Inception” (A Origem). No filme o personagem principal é especializado em roubar e implantar memórias na mente de outras pessoas. Para fazer isso ele tem que entrar nos sonhos da pessoa inconsciente e passar por vários leveis podendo até chegar no Limbo, o ultimo estágio da subconciência.

Um dos últimos filmes com esse conceito é a refilmagem de “Total Recall” (O Vingador do Futuro). Dentro do filme existe uma empresa que pode fornecer memórias novas ao gosto do cliente. O personagem principal está insatisfeito com sua vida e vai testar o serviço, querendo ser um agente secreto. No fim ele descobre que realmente é um agente secreto lutando contra a exploração de trabalhadores da colônia.

Não há mais menções de filmes notáveis que contem essa ideia, mas ela permanece em diversos jogos. Exemplos disso são:

  • “Fallout 3”, em que um dos “Vaults” coloca os habitantes em simulações, sendo que a pessoa que controla a simulação tem poder total sobre a memoria dos habitantes;
  • “Fallout 4”, que tem um lugar chamado “Memory Den” onde os clientes podem reviver memorias de suas vidas;
  • “Saints Row IV”, os personagens principais são colocados em simulações que cria uma vida totalmente nova para eles;
  • “Danganronpa” e “Danganronpa 2”, todos os personagens principais perdem dois anos de memorias de sua vida escolar, no caso do segundo é uma tentativa a desfazer a corrupção da mente dos personagens.

Essa ideia já está saindo da ficção e vindo para a vida real. Cientistas já estão conseguindo implantar memórias falsas em ratos. Eles implantaram uma memória em que o rato recebia choques ao estar dentro de uma caixa de metal, e o rato ficou paralisado de medo ao ser posto nessa caixa, em que ele nunca realmente esteve. (LINK para a noticia)

Por enquanto os avanços científicos nessa área ainda são poucos, mas no futuro pode ajudar a entender mais sobre a mente humana e ainda curar casos de alzheimer, traumas, e outras doenças relacionadas a mente humana.