okwu.edu

SENTINDO-SE DESCONFORTÁVEL DURANTE O SERMÃO

O Presidente da Universidade Wesleyana de Oklahoma (EUA) respondeu a um estudante que se sentiu “vitimado” por um sermão baseado em 1 Coríntios 13.

O caso deve levar todos a refletirem sobre como estão educando os jovens 
do nosso país. Quando digo “todos”, me refiro a pais, professores, pastores, instituições ligadas à educação, etc. As palavras do presidente da referida universidade, traduzidas a seguir de forma livre, são um bom exemplo de como ensinar os menores a crescerem e se desenvolverem: uma educação firme que desafia o jovem a rever seus caminhos e repensar suas atitudes (ouça o comentário do filósofo Mário Sérgio Cortella). Não estou falando de autoritarismo ou ditadura – isso é o que alguns tentam fazer aqui no Brasil, com suas ideologias que roubam a infância de crianças com cerca de seis, sete e oito anos de idade, causando mais malefícios do que benefícios. E antes que o leitor pense, devo dizer que não defendo a ideia de que uma boa educação é exclusividade de uma instituição cristã; não faço proselitismo.

Para os ministros da Palavra, fica a exortação a serem fiéis às Escrituras mais do que a qualquer coisa. Assim foi Jesus, assim foi João Batista, assim foram vários homens de Deus do passado.

Se Jesus tivesse pregado as mesmas mensagens que os ministros pregam hoje, ele não teria sido crucificado.
▸ Leonard Ravenhill
É pobre o sermão que não ofende nem deixa o ouvinte descontente consigo mesmo ou com o pregador.
▸ George Whitefield

Vamos ao texto.

Isso não é uma creche. É uma universidade!

Semana passada um estudante veio a frente depois de um culto na capela da universidade e se queixou por ter se sentido “vitimado” por um sermão baseado em 1 Co 13. Parece que o jovem estudioso se sentiu ofendido porque uma homilia sobre o amor lhe fez sentir-se mal por ele não demonstrar amor. Na sua concepção, o pregador estaria errado por fazer com que ele e os seus próximos se sentissem desconfortáveis.

Não estou inventando isso. Nossa cultura tem ensinado nossas crianças a serem egocêntricas e narcisistas. Se seus sentimentos são machucados, logo se tornam vítimas. Quem ousa desafiá-los, fazendo com que se “sintam mal” consigo mesmos, logo será chamado de “antipático”, “opressor”, “agressor”, “intolerante”.

Tenho uma mensagem para este jovem e para todos que quiserem ouvir. Este sentimento de desconforto que se tem após ouvir a um sermão é chamado de consciência. Um chamado vindo do altar pretende lhe fazer sentir-se mal. Pretende lhe fazer sentir-se culpado. O objetivo de muitos dos bons sermões é levá-lo a confessar seus pecados - não a lhe mimar em seu egocentrismo.
O objetivo primeiro da Igreja e da fé cristã é sua confissão, não sua auto-realização.

Sendo assim, este é o meu aviso:

Se você prefere que o capelão lhe diga que você é uma vítima a dizer que você precisa de virtude, esta não é a universidade que você procura. Se você quer reclamar de um sermão que lhe faz sentir-se menos que amado por não estar demonstrando amor, você está no lugar errado.

Se você está mais interessado em jogar o jogo do “antipático” do que em confessar sua antipatia; se você prefere ensinar arrogantemente ao invés de aprender humildemente; se você não quer sentir culpa em sua alma quando você é culpado de pecado; se você prefere ser confortado a confrontado, há muitas universidades pelo país que lhe darão exatamente o que você quer, mas a Wesleyana não é uma delas.

Aqui na Wesleyana, nós o ensinamos a ser altruístas em vez de egocêntrico. Estamos mais interessados em vê-lo praticando o perdão pessoal em vez de vingança política. Queremos que você trabalhe a reconciliação interpessoal em vez de fomentar o conflito pessoal. Nós acreditamos que o conteúdo do seu caráter é mais importante que a cor da pele. Nós não acreditamos que você é vitimado todas as vezes que se sente culpado e não emitimos “alertas” antes dos sermões.

A Wesleyana de Oklahoma não é um “lugar seguro”, mas um lugar de aprendizado: para aprender que a vida não se resume a você, mas diz respeito a outros; que o desconforto que você sente ao ouvir a um sermão é chamado de culpa; que a melhor maneira de tratar isso é se arrepender de tudo o que há de errado com você ao invés de culpar os outros por tudo o que há de errado com eles. É um lugar onde você vai aprender rapidamente que precisa crescer.

Isso não é uma creche. Isso é uma universidade.

Everett Piper

Texto original aqui.