O que esperar do Divisional Round de 2017

Após uma das rodadas de Wildcard mais desequilibradas dos últimos anos, parece que o mesmo não acontecerá neste fim de semana. Dos quatro jogos deste sábado e domingo, apenas um tem um claro favorito, mas isto será discutido mais adiante. Com diversos excelentes quarterbacks comandando seus ataques, podemos esperar confrontos memoráveis pela frente.

Seguem aqui alguns pitacos sobre os confrontos desta semana:

Sábado, 19h35

#2 Atlanta Falcons vs #3 Seattle Seahawks

Em um jogo que tem tudo para ser muito emocionante, quem será que leva a melhor: o ataque aéreo explosivo dos Falcons ou a Legion of Boom sem o melhor free safety da NFL, Earl Thomas? Apesar do grande foco na revanche entre Julio Jones e Richard Sherman, a verdade é que muito será decidido por unidades que não são tão faladas, mas que foram cruciais para que ambos os times chegassem até aqui, a começar pelo jogo terrestre de ambas as equipes.

Duelos para prestar atenção:

Devonta Freeman vs Bobby Wagner— Para manter Russell Wilson fora do campo e o ataque dos Falcons decolando, Freeman e seu companheiro Tevin Coleman serão essenciais, como foram durante toda temporada. Apesar das jogadas explosivas dos wide receivers de Atlanta, serão os running backs que poderão mandar a Legion of Boom de volta para casa. Para limitar os avanços dos corredores adversários, os Seahawks contarão com o desempenho de alto nível de Wagner e de seu companheiro KJ Wright no meio do campo. Além disso, Michael Bennett, um dos melhores defensive ends da liga e agora com contrato renovado também será importante para evitar que Freeman e Coleman alcancem as laterais.

Thomas Rawls vs Grady Jarrett — Na verdade, não é apenas Rawls que tentará atropelar os comandados de Dan Quinn e deixar sua defesa com fôlego até o fim do jogo. Wilson também deverá ser contido por pela linha defensiva dos Falcons e pelo líder da temporada em sacks, com 14,5 derrubadas, Vic Beasley. Nesta partida, e durante todos os playoffs, os Seahawks devem estabelecer o jogo terrestre desde o começo para conseguir dominar seu adversário e Jarrett estará no meio da linha defensiva de Atlanta tentando impedir isto. Caso não consigam no sábado, é bem provável que os Falcons voltem a disputar a final de conferência da NFC, como em 2012.

Palpite: Falcons

Transmissão: ESPN e Esporte Interativo

Sábado, 23h15

#1 New England Patriots vs #4 Houston Texans

Provavelmente a partida mais fácil e talvez monótona (ou seria um monólogo?) da rodada. Os Patriots devem atropelar os Texans sem maiores dificuldades neste sábado. Tom Brady muito provavelmente dará continuidade a sua campanha brilhante de 2016, rumo ao seu quinto título. Para parar um dos maiores quarterbacks da história e jogando em seus domínios, Houston terá que fazer um jogo perfeito. Não se trata apenas de parar o ataque maquinalmente eficiente de New England, mas também não cometer qualquer tipo de erro quando tiver a bola, mantendo Brady fora do campo e contando com a contribuição do time de especialistas, ou seja, uma zebra muito improvável.

Duelos para prestar atenção:

LeGarette Blount vs Vince Wilfork — Mesmo com todas as atenções em Brady e Brock Osweiler (por razões opostas), Wilfork, um ex-Patriots, será fundamental para conseguir um milagre em Foxborough. Os Pats provavelmente tentarão correr com a bola para manter a excelente secundária do adversário e seu forte pass rush honestos. Dessa forma, Blount, líder de touchdowns terrestres no ano, terá papel importante.

Martellus Bennet vs Brian Cushing — Apesar do destaque de Cushing, não será apenas o grupo de inside linebackers responsável por tentar parar o gigante tight end. Mais do que apenas uma peça de reposição de Rob Gronkowski, Bennett pode ter uma grande noite caso o grupo de cornerbacks liderados pelo crescente desempenho de A.J. Bouye não consiga pará-lo perto da linha de scrimmage.

Palpite: Patriots

Transmissão: ESPN e Esporte Interativo

Domingo, 16h05

#2 Kansas City Chiefs vs #3 Pittsburgh Steelers

Talvez um dos jogos mais equilibrados e disputados do ano, o confronto entre Steelers e Chiefs será imperdível, sobretudo após a surra que os primeiros aplicaram quando os times se enfrentaram na semana 4 da temporada regular. Pittsburgh tem um ataque comandado por Ben Roethlisberger, Antonio Brown, o excepcional running back Le’Veon Bell e uma forte linha ofensiva. Na defesa, contam com o eterno James Harrison comandando um poderoso grupo de linebackers composto por Lawrence Timmons, Bud Dupree e Ryan Shazier (isso sem contar com Stephon Tuitt na frente e Mike Mitchell atrás).

Os Chiefs podem não ter nomes tão impressionantes no ataque, mas Alex Smith, Jeremy Maclin e Travis Kelce contam com um diferencial desta vez nos playoffs: o super dinâmico Tyreek Hill. Já sua defesa pode garantir a vitória com Dontari Poe e Justin Houston pressionando Big Ben e Marcus Peters e Eric Berry voando em direção a bola.

Duelos para prestar atenção:

Spencer Ware vs Jason Hargrave — Hargrave, calouro de South Carolina State, vem tendo boas apresentações nos últimos jogos e será crucial para parar o jogo terrestre dos Chiefs pelo meio, desmontando a base do ataque de Kansas. Se os Steelers conseguirem anular Ware, caberá a Hill e a criatividade de Andy Reid abrir espaços pelo chão contra Pittsburgh.

Antonio Brown vs Marcus Peters — Não há como negar a importância que Brown tem para o ataque e as chances de Pittsburgh nos playoffs. Peters também foi fundamental em vários momentos durante a campanha de Kansas City. Que Antonio terá suas chances e receberá vários passes de Big Ben, é certo. A questão é se Peters e Berry serão capazes de limitar as jardas após a recepção de Brown. Caso contrário, alguém se lembra do que aconteceu ainda no 1o quarto contra os Dolphins? Melhor não…

Palpite: Steelers

Transmissão: ESPN e Esporte Interativo

Domingo, 19h40

#1 Dallas Cowboys vs #4 Green Bay Packers

Revanche. Redenção. Glória.

Com toda certeza, Jason Garrett e os Cowboys têm estas palavras guardadas consigo desde a derrota para os Packers na mesma fase dos playoffs em 2015. Dez Bryant certamente fará de tudo para tentar compensar a controversa recepção não convertida daquele jogo que poderia ter garantido a virada e a vitória de Dallas. Mas desta vez, o foco será outro: a dupla de novatos incríveis de Dak Prescott e Ezekiel Elliott. Vale ressaltar, infelizmente, a ausência de Jordy Nelson que ainda está se recuperando de duas costelas fraturadas.

Duelos para prestar atenção:

Ezekiel Elliott vs Clay Matthews — No encontro desta temporada no Lambeau Field, Elliott atropelou os Packers com 157 jardas em 28 tentativas (mais de 5,6 jardas por corrida), ajudou a selar a vitória dos Cowboys e manteve Aaron Rodgers do lado de fora do campo. Desta vez, Green Bay terá de parar o futuro calouro ofensivo do ano perto da linha de scrimmage. Matthews será uma peça fundamental para conter Zeke e dar uma chance para Rodgers fazer sua mágica.

David Bakhtiari vs David Irving — Se há alguma fraqueza a ser explorada contra Dallas é a falta de um pass rush consistente. Bem, alguém deve avisar isso ao segundo anista dos Cowboys. No final da temporada, enquanto as partidas ainda tinham importância para Dallas, o jovem defensive tackle pressionou Jameis Winston e Matthew Stafford, bloqueou passes, conseguiu sacks e forçou um fumble. Foi importantíssimo para que garantissem o primeiro lugar na conferência e que o caminho pro Super Bowl passasse pelo AT&T Stadium. O excelente left tackle dos Packers deverá ajudar Lane Taylor, left guard titular do time, a fechar o B-Gap (espaço entre o tackle e o guard) e dar tempo para Rodgers improvisar suas escapadas e passes mágicos.

Palpite: Cowboys

Transmissão: ESPN e Esporte Interativo