Indignação: nomes de bandas #006

Lollapalooza é esse fim de semana e me vieram algumas pautas musicais diferentes à cabeça pra escrever, mas decidi começar por uma MUITO importante. Vem problematizar comigo: sempre cresci com alguns nomes bem icônicos no mundo da música. Cher, Araketu, Xuxa, Pet Shop Boys, Marisa Monte, Madonna, Os Travessos, Supertramp, e por aí vai. Não que eu tenha escutado todos, mas venho observando um comportamento do século XXI que me assola profundamente, a pessoa juridicalização das pessoas físicas. Tentarei explicar de forma breve.

Quando falamos em Deborah Blando, por exemplo, todo mundo já tem aquele cara-crachá mental e até arrisca um raiou o sol. Quando falamos de Foo Fighters, que tem nome de banda, já temos todo um arquivo, com crossover de bandas através de David Grohl, que aqui é vocalista e guitarrista, mas já foi baterista do Nirvana e do Queens of the Stone Age.

Agora, vamos falar de Franz Ferdinand, aquela banda indie com nome de arquiduque, que a gente já se apaixonou de cara em 2004. Imagine a minha cara ao saber que o vocalista se chama Alex Kapranos, e não, Franz. Na verdade, não tem ninguém chamado Franz no Franz Ferdinand. Sim, amigos, também me pergunto como pode?. A banda francesa Yelle não leva o nome da cantora, e na verdade é um acrônimo de You Enjoy Life. Miike Snow, o supra sumo dos nomes de pessoas, não tem nenhum integrante com o nome de Mike ou Miike (!!!).

AlunaGeorge, pelo menos, me faz algum sentido, sendo composta por Aluna Francis e George reid. Por mais que existam os nomes artísticos, como Rihanna, Iggy Pop, Pitty, Grimes… é possível absorver que os nomes se referem a quem canta e não genericamente à banda. Menção honrosa para as maravilhosas Florence Welch e Marina Diamandis, que, como se não bastassem colocar o próprio nome, ainda deram um complemento à banda. Minhas expectativas e frustrações agradecem. No mais, por mais bandas com nome de banda. Mas se não quiser, também pode.


Este post (e futuros outros com essa nota) reflete minhas sinapses e batimentos de forma 100% sagitariana-exagerada. Favor não levar este conteúdo a sério.