Time Wblio
Published in

Time Wblio

Não existe mais tempo e espaço para a “gambiarra digital”

Várias empresas foram obrigadas a se adaptarem rapidamente diante dos desafios desse ano. Chegou a hora de organizar a casa.

A urgência da aceleração digital provocada pela pandemia do COVID-19 culminou no fenômeno da “gambiarra digital”, movimento desordenado que inúmeras organizações adotaram para “tapar” buracos e encarar uma nova realidade: sobreviver virtualmente. O cenário já não é mais o mesmo e agora é preciso decidir: ou é digital mesmo ou não é.

Passada a fase crítica do isolamento social e com a gradual volta das atividades econômicas, muitas empresas começam agora um processo de arrumação importante e fundamental para suas sobrevivências.

Por ter sido uma mudança rápida, sem qualquer planejamento prévio, as corporações estão observando que o processo de Transformação Digital vai além de pegar uma tecnologia de ponta e implantar em alguma operação.

Digitalizar os processos não significa efetivamente uma transformação digital sólida. A corrida maluca em que se transformou essa adaptação fez com que um punhado de “puxadinho” digital fosse considerado, validado e colocado em prática.

São vários os exemplos: o trabalho remoto virou solução singular, sem que houvesse tempo para se discutir a segurança das redes. Quem ainda não tinha atenção voltada para lojas virtuais ou tinha apenas para marcar uma falsa presença digital, precisou agir e disponibilizar seus produtos digitalmente sem o mínimo planejamento de estoque e logística.

É provável que você tenha tido problemas com entregas ou produtos em falta no início da pandemia. Você deve ter observado, também, a explosão de pequenos e médios comércios que surgiram nos aplicativos de delivery quase instantaneamente e, aos poucos, foram desaparecendo. Tudo isso é reflexo de uma entrada brusca no qual não foram consideradas taxas, regras, volume de vendas e outros tantos aspectos fundamentais em uma mudança de estratégia do negócio.

Não há aqui nenhuma intenção de crítica a essa digitalização obrigatória. Sabemos que na maioria esmagadora dos casos era o que dava para fazer. Questão de sobrevivência, não é mesmo? Mas e o agora? E daqui em diante? A “gambiarra digital” sobrevive a longo prazo?

A resposta é curta e bem objetiva: não! Sem estratégia não há nada que sobreviva. Essa regra vale ainda mais para o digital, que exige um nível de adaptabilidade enorme com complexidade gigantesca para cada um dos diversos contextos que surgem quase que diariamente. A pandemia foi só um deles, vale lembrar.

É, então, chegada a hora de arrumar a casa, de transformar o “puxadinho” e a “gambiarra” em entrega de valor e resultado real para o negócio. O digital e as ações tomadas durante a pandemia devem urgentemente evoluírem de um bote salva-vidas para um navio que possa levar as organizações à descoberta de novos horizontes e continentes.

Então respire, avalie, descubra, desenhe e aja!

Junte o time conhecedor do negócio e avalie os problemas, descubra oportunidades, desenhe soluções e, apenas após isso, considere a caixa de ferramentas da tecnologia.

É assim que trabalhamos ajudando nossos clientes a desenharem suas estratégias digitais e a descobrirem e priorizarem diversas iniciativas digitais alinhadas a seus respectivos propósitos. É nesse momento que entra um aspecto fundamental no processo: as pessoas.

Não adianta procurar a tecnologia sem antes avaliar minuciosamente seu real impacto nas pessoas. Não adianta procurar soluções sem considerar a jornada do cliente e colocá-la no centro de tudo. Os insucessos de quem opta por iniciar sua jornada de transformação digital sem considerar as pessoas estão aos montes espalhados pelo mundo afora.

Com o uso de metodologias ágeis, customizadas e apropriadas aos desafios atuais, ajudamos as organizações a encontrarem suas verdadeiras jornadas de evolução digital, envolvendo sempre as pessoas, co-criando soluções a partir de descobertas de caminhos palpáveis, sem perder o foco, a entrega de valor e os resultados reais.

*Henrique Lima — Co-founder e Head de Estratégia da Wblio

Para saber como podemos te ajudar a viabilizar a Transformação Digital, mande um e-mail para henrique.lima@wblio.com, ou preencha os dados abaixo:

--

--

Ative os resultados da Transformação Digital da sua empresa.

Get the Medium app

A button that says 'Download on the App Store', and if clicked it will lead you to the iOS App store
A button that says 'Get it on, Google Play', and if clicked it will lead you to the Google Play store