Artista da Vez #01 — Pedro Luis

A Touts nasceu com o propósito de dar ferramentas e potencializar pessoas incríveis. E é por isso que em nossas embalagens e brindes você pode encontrar artes com o selo Artista da Vez no verso apresentando o autor da obra e contando um pouco de sua história.

Sendo assim, ninguém melhor para nossa primeira entrevista que nosso primeiro Artista da Vez das embalagens lindonas que vocês vão receber em casa. Senhoras e senhores, com vocês: Pedro Luis.


Conta pra gente num tweet, quem é o Pedro?

Gênio, milionário, playboy e filantropo — mentira esse é o homem de ferro. Sou publicitário, artista plástico, carioca morando em SP e criativo.

Qual foi seu momento “a-ha”, seu estalo, para se interessar e criar arte?

Eu sempre gostei, desde criança fui muito mais interessado em arte do que em esporte! Então sempre desenhei, pintei, fazia muitas colagens. E resolvi fazer publicidade para transformar minhas ideias em alguma coisa mais prática. Mas ainda não era só isso, ai entrei em 2014 no curso de artes plásticas.

De onde surgiu a ideia do 365 posters?

Eu tinha voltado de Londres de um curso de verão na Central Saint Martins, e o curso que plantou essa sementinha de que eu precisava começar um projeto autoral. E no momento que surgiu a ideia eu fiz o primeiro e comecei a divulgar o site para os meus amigos, porque eu sabia que isso era uma forma de levar o projeto até o final.

Como era esse processo de se forçar a terminar uma arte por dia?

Não era forçado! Fazia bem de boa e felizão, era muito legal ver que as pessoas esperavam para ver qual seria o poster do dia, curtiam, compartilhavam e comentavam. Era um feedback quase automático.

Quando resolveu vender suas artes?

Comecei vendendo para amigos que me pediam. Eu imprimia na gráfica, colocava na moldura e entregava.

Você já tinha essas artes prontas ou pensou nelas já para vender como produtos?

Inicialmente as artes eram do 365 Posters, depois que fui fazendo novas pensando especificamente para as camisetas.

Vale a pena vender suas artes por comissão?

Vale sim! Eu ganho pela minha ideia e não tenho a responsabilidade de gastar com material, fornecedor, entregas e mil outras burocracias que se tem para se começar uma marca do zero.

Que dicas você daria para alguém começando ou com essa dúvida agora?

Não tenha medo de expor as suas ideias. Por mais tola que seja, mostre para os seus amigos, pra familia, peça o feedback, e é isso. Se arriscar de verdade.

Já viu alguma pessoa desconhecida com um trabalho seu? O que pensou?

Já sim, acho muito legal! Fico felizão, ainda não me acostumei ao sucesso, hahahahaa! Tô zuando, não tem tanto sucesso não.

E agora, o que vem pela frente?

Vem novas estampas para a CHEAP, minha marca de camisas. Vem mais projeto de arte também!

E pra finalizar, um bate bola jogo rápido.

Pessoa Incrível? Vale mãe e pai, ou é muito clichê? Hahahah, mas eles são mesmo

Música/Banda? Tô ouvindo muito o CD novo do Criolo — Convoque seu Buda.

Artista/Designer? Keith Haring

Numa luta, quem ganharia: o Hulk ou o Super Homem? Super Homem, certo!

Marca? Tem tantas que eu acho foda! Brasileira: Foxton / Gringa: Fred Perry

Sobremesa? Torta de Limão

Se ganhasse na loteria? Já estaria viajando faz tempo, e teria um estagiário respondendo essas perguntas aqui pra mim!


Bônus:

Se você ainda não tem sua camiseta super cheirosa e ainda não sabe que o Pedro é o artista da vez de uma de nossas lindas embalagens, eis uma foto dela enfeitando a parede do nosso escritório ;)

Você também pode conferir o trabalho do Pedro nas páginas dele na Touts: CHEAP e 365 Store

Caso tenha ficado curioso, dá pra conferir o resultado do 365 Posters aqui.

Abraço de Urso,

Lucas

Não vamos mandar spam nem passar seu e-mail pra ninguém, também não curtimos isso ❤
One clap, two clap, three clap, forty?

By clapping more or less, you can signal to us which stories really stand out.